Fred Thornhill/Reuters
Fred Thornhill/Reuters

Franchitti vence etapa de Toronto e amplia liderança na Fórmula Indy

Vitor Meira é o melhor brasileiro, em 5.º; Bia é 11.ª, Castroneves é 17.º e Kanaan abandona

AE, Agência Estado

10 de julho de 2011 | 20h10

TORONTO - Em uma prova marcada por vários acidentes, o escocês Dario Franchitti venceu, neste domingo, a etapa de Toronto da Fórmula Indy. Com o resultado obtido na corrida canadense, o piloto ampliou a sua liderança no campeonato, com 353 pontos, contra 298 do australiano Will Power, vice-líder, que abandonou a corrida na 66.ª volta, depois de ter largado da pole.

E a vitória foi conquistada por Franchitti após um polêmico acidente justamente com Power, na volta 56. O escocês disputava o quinto lugar com o australiano e tentou ultrapassá-lo na curva 3. Os dois se tocaram e Power rodou. Uma punição a Franchitti chegou a ser esperada, mas ela acabou não ocorrendo e ele seguiu na corrida para depois triunfar como vencedor.

A prova deste domingo também marcou uma dobradinha da equipe Ganassi, já que Scott Dixon, companheiro de Franchitti, cruzou a linha de chegada em segundo lugar. Ryan Hunter-Reay, da Nova Zelândia, foi o terceiro colocado, seguido pelo norte-americano Marco Andretti.

O brasileiro mais bem posicionado da corrida foi Vitor Meira, da Foyt, que terminou em quinto. A brasileira Bia Figueiredo, que largou na 26.ª e última colocação, fez boa prova de recuperação e encerrou em 11.º lugar com o seu carro da Dreyer & Reinbold.

Hélio Castroneves, da Penske, amargou a 17.ª posição, após ter começado a corrida do 12.º posto do grid de largada, enquanto Tony Kanaan, da KV Lotus, abandonou logo na segunda volta da prova. Kanaan, porém, é o brasileiro mais bem classificado nesta temporada da Indy, com 221 pontos, na quinta posição no geral.

Classificação da etapa de Toronto da Indy:

1.º - Dario Franchitti (ESC/Ganassi), 85 voltas, 1h56min32s1501

2.º - Scott Dixon (NZL/Ganassi), a 0s7345

3.º - Ryan Hunter-Reay (EUA/Andretti-Autosport), a 6s0144

4.º - Marco Andretti (EUA/Andretti Autosport), a 7s5671

5.º - Vitor Meira (BRA/Foyt), a 6s0144

6.º - Sébastien Bourdais (FRA/Dale Coyne), a 7s5671

7.º - Ryan Briscoe (AUS/Penske), a 9s01017

8.º - JR Hildebrand (EUA/Panther), a 9s3114

9.º - Ernesto Viso (VEN/KV-Lotus), a 14s1750

10.º - Simona de Silvestro (SUI/HVM), a 14s7843

11.º - Bia Figueiredo (BRA/Dreyer & Reinbold), a 15s7603

12.º - Oriol Servià (ESP/Newman-Haas), a 16s8992

13.º - Graham Rahal (EUA/Ganassi), a 19s8736

14.º - James Hinchcliffe (CAN/Newman-Haas), a 21s3123

15.º - Justin Wilson (ING/Dreyer & Reinbold), a 1 volta

16.º - Paul Tracy (CAN/Dragon), a 2 voltas

17.º - Hélio Castroneves (BRA/Penske), a 3 voltas

18.º - James Jakes (ING/Dale Coyne), a 4 voltas

19.º - Danica Patrick (EUA/Andretti Autosport), a 6 voltas

20.º - Takuma Sato (JAP/KV-Lotus), a 6 voltas

Não terminaram:

Charlie Kimball (EUA/Ganassi), 77 voltas

Mike Conway (ING/Andretti Autosport), 76 voltas

Alex Tagliani (CAN/Sam Schmidt), 71 voltas

Will Power (AUS/Penske), 66 voltas

Sebastian Saavedra (COL/Conquest), 43 voltas

Tony Kanaan (BRA/KV-Lotus), 2 voltas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.