Franchitti vence GP de Pikes Peak

O escocês Dario Franchitti obteve hoje a sua segunda vitória na Indy Racing League ao vencer o GP de Pikes Peak, 12.ª etapa da temporada, disputada na região montanhosa do Estado norte-americano do Colorado. Ele havia vencido o GP de Milwaukee, em 25 de julho. O melhor brasileiro na prova foi Tony Kanaan, companheiro de Franchitti na equipe Andretti-Green, que chegou em quinto. Ele manteve a liderança da competição e ainda aumentou um pouco mais sua vantagem para o norte-americano Buddy Rice, da Rahal-Letterman, que hoje não passou da primeira volta. Tony tem 463 contra 395 de Rice. A vitória de Franchitti foi tranqüila para os padrões da IRL. Ele cruzou a linha de chegada com vantagem de 2s2429 para o mexicano Adrian Fernandez, da Aguri-Fernandez, o segundo colocado (Fernandez havia conseguido na semana passada, no Kentucky, a primeira vitória na categoria). A terceira posição foi do inglês Dan Wheldon, outro piloto da Andretti-Green. Tony Kanaan largou na pole psition, pois a chuva obrigou o cancelamento do treio que definiria o grid na tarde de sábado. O grid, então, foi formado com base na combinação dos tempos dos dois treinos livres que já haviam sido realizados. Mas na corrida, ele não teve um carro competitivo. Hélio Castro Neves, da Penske, até brigou pela liderança da corrida, mas acabou em sexto.Vitor Meira, da Rahal-Letterman, foi o sétimo, enquanto o paulista Felipe Giaffone, da Dreyer & Reinbold, ficou em 16.º. Helinho é o quarto na classificação, com 326 pontos - Dan Wheldon tem 381. Vitor, com 282, é o oitavo, e Felipe, com 145, o vigésimo. A próxima etapa do calendário acontece domingo, em Nazareth.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.