Steve Crisp/AP - 13/03/2010
Steve Crisp/AP - 13/03/2010

Frio de Xangai preocupa o piloto Bruno Senna

Brasileiro acredita que curvas longas do circuito chinês dificultarão o aquecimento dos pneus

AE, Agência Estado

15 de abril de 2010 | 11h47

O brasileiro Bruno Senna ganhou mais uma preocupação para o GP da China de Fórmula 1, que acontecerá no próximo domingo. Além de acertar seu carro, que não vem tendo um bom desempenho, o piloto da HRT admitiu preocupação com o intenso frio que tem feito em Xangai.

"Se as outras equipes terão problemas para aquecer os pneus nesse asfalto gelado, para nós eles serão ainda maiores, principalmente para trabalhar no balanço do carro", declarou Bruno Senna, lembrando que a temperatura em Xangai nesta semana está perto de zero.

A temperatura, no entanto, é apenas mais uma complicação para Bruno Senna. Depois de caminhar pelos 5,5 quilômetros do circuito, ele percebeu as dificuldades que terá. Segundo o brasileiro, "as curvas são longas e não ajudarão em nada em relação ao comportamento dos pneus".

Os carros da escuderia para a prova na China serão praticamente os mesmos que correram no GP da Malásia, no último dia 4. No entanto, ganharão sensores que aumentarão o volume de informações para os técnicos de telemetria da equipe e terão uma alteração no motor.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.