Reprodução/Youtube
Reprodução/Youtube

Gaetano Di Mauro ganha primeira prova da sexta etapa da Stock Car, marcada por safety car e acidente

Piloto da Nova Kart aproveita parada obrigatória de três rivais nas voltas finais para levar a bandeirada

Redação, Estadão Conteúdo

03 de julho de 2022 | 14h55

Gaetano Di Mauro ganhou um presente. A vitória na Stock Car caiu em seu colo, já que os três carros à sua frente tiveram de fazer suas paradas obrigatórias nas últimas voltas da corrida. Ele venceu a primeira corrida da sexta etapa da Stock Car. César Ramos e Matias Rossi completaram o pódio.

A corrida foi marcada por um alto número de entradas do safety car, especialmente por conta de acidentes e também pelas condições de pista, que estava molhada em decorrência da chuva na região do Velopark, no Rio Grande do Sul.

A CORRIDA

A prova começou a ser disputada com o safety car e, logo após a saída dele, Marcos Gomes, que liderava a corrida, sofreu um acidente e provocou uma nova entrada do safety car. Allam Khodair também bateu com força e também precisou ser retirado do circuito. Na 10ª volta, Felipe Massa usou o fan push para tentar chegar à liderança da prova, mas saiu do traçado ideal, foi para fora da pista e, num solavanco, a frente do carro ficou estragada. Fim de prova para ele, além de uma rápida entrada do safety car.

Felipe Baptista assumiu a liderança após a batida de Marcos Gomes e passou a ser seguido por Guilherme Salas, que se aproveitou do acidente de Felipe Massa. Gabriel Casagrande, líder do campeonato, perdeu o controle do carro e rodou na pista, saindo da prova. Na saída de box, Diego Nunes se chocou com a parede.

A um minuto do final, Júlio Campos teve de ir ao box para fazer sua parada obrigatória e perdeu a liderança da prova. Denis Navarro, que estava em segundo, também teve de fazer o mesmo, assim como Rubens Barrichelo. Os três tinham parado durante uma das entradas do safety car. Por conta disso, Gaetano di Mauro assumiu a liderança da prova, embora seu carro estivesse com um pouco de fumaça. Lucas Foresti, no fim da corrida, sofreu uma batida e, com o carro destruído, conseguiu completar a prova. Depois, o carro começou a pegar fogo, mas foi o suficiente para passar pela linha de largada.

Tudo o que sabemos sobre:
Stock Car

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.