REUTERS/Eric Gaillard
REUTERS/Eric Gaillard

Garrafa de água não funciona e Hamilton revela drama para terminar corrida

Piloto inglês fala em desgaste maior no GP da França e diz ter perdido três quilos ao longo das 53 voltas

Redação, Estadão Conteúdo

24 de julho de 2022 | 13h06

Um segundo lugar com sabor de vitória e também com uma boa dose de dramaticidade. Assim pode ser resumida a corrida deste domingo, onde o inglês Lewis Hamilton conseguiu colocar a Mercedes no segundo lugar. Bastante cansado, ele disse que a sua garrafa de água não funcionou durante a prova, o que aumentou o seu desgaste para cumprir as 53 voltas do circuito de Paul Ricard.

"Tive esse problema a mais. Esse calor foi muito forte, e o que tornou a prova mais difícil foi a garrafa de água não ter funcionado. Questionado sobre a sua perda de peso, o inglês calculou ter perdido uns três quilos durante a prova.

Numa temporada em que a Red Bull e a Ferrari vêm sendo as protagonistas neste Mundial, a Mercedes teve o que comemorar neste domingo, pois colocou seus dois carros entre os três primeiros. Além de Hamilton ter obtido o segundo lugar, Russel, num duelo particular com Carlos Sainz, obteve o terceiro posto no final da prova.

"A confiabilidade da minha equipe é muito grande. Tenho que dar os parabéns à equipe e à fábrica. Sem eles não teríamos conseguido esse pódio."

Sem chances reais de briga pelo título, Hamilton segue estabelecendo marcas pessoais. O Grande Prêmio da França foi o de número 300 em sua vitoriosa trajetória na Fórmula 1

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.