Giaffone ganha posição na IRL

A direção da Indy Racing League aceitou nesta segunda-feira o protesto de Felipe Giaffone, da equipe Hollywood/Treadway, e o piloto brasileiro subiu do terceiro para o segundo lugar na corrida disputada domingo, no Texas Motor Speedway, em Dallas. Giaffone, agora, ocupa o quarto lugar no campeonato. A próxima etapa, a sexta da temporada, será domingo, em Pikes Peak, no Colorado.Na corrida do Texas, a três voltas do final, o líder do campeonato, Sam Hornish Jr. ultrapassou Giaffone sob bandeira amarela o que é proibido pelo regulamento. A direção da IRL, depois de analisar o caso e observar o teipe da corrida, determinou que "os pontos e troféu de segundo colocado da prova devem ser conferidos ao piloto Felipe Giaffone".A IRL é a categoria dissidente da Fórmula Indy e começou a ser disputada em 1996. Ao contrário da Indy, a IRL utiliza motores aspirados e não turbos. Apenas dois brasileiros disputam a categoria: Felipe Giaffone e Airton Daré. Nesta segunda-feira, em Indianápolis, Felipe comentou que o resultado provou a preocupação dos dirigentes em reestabelecer a verdade."Embora eu seja brasileiro e o Hornish americano, os dirigentes analisaram tecnicamente a questão. Isso prova que a Indy Racing League trata norte-americanos e estrangeiros da mesma forma". O piloto brasileiro estava tão certo de que Hornish o ultrapassou em condições irregulares que até sugeriu para os dirigentes que analisassem o vídeo da câmera instalada no carro do piloto americano. "Por aí seria fácil concluir que eu deveria terminar na frente dele", explicou.Giaffone viajará na quinta-feira para o Colorado onde disputará a prova em um circuito oval de uma milha, situado a 1.800 metros de altitude. Os motores de competição, sem turbo, costumam alterar de rendimento em locais altos onde o ar é mais rarefeito. "A pista tem pouca inclinação e pode-se utilizar o máximo de asa", diz Giafonne que fez testes neste circuito. "Por causa dos 1.800 metros, o motor perde potência. Eu arriscaria dizer que trabalha com cerca de 30 a 40 cavalos a menos ".O segundo lugar no Texas Motor Speedway foi a melhor classificação de Giaffone que estreou este ano na Indy Racing League. O piloto brasileiro é o primeiro colocado entre os rookies e espera conquistar sua primeira vitória em uma das oito etapas que ainda faltam para o encerramento do ano. A IRL é uma das raras categorias internacionais onde pilotos brasileiros nunca venceram. As melhores classificações foram de Airton Daré (2º em Pikes Peak, em 2000) e a de Giaffone, domingo. Os dois pilotos feridos na corrida de domingo, Davey Hamilton e Robby McGehee, foram operados nesta segunda-feira. McGehee está em boas condições, em Dallas, enquanto Hamilton foi transferido para Indianápolis com fraturas nas duas pernas.A corrida de domingo, portanto, terminou com a vitória de Scott Sharp seguido por Felipe Giaffone e Sam Hornish Jr. No campeonato, Hornish lidera com 187 pontos seguido pelo chileno Eliseo Salazar com 157, Scott Sharp com 147 e Felipe Giaffone com 140.

Agencia Estado,

11 de junho de 2001 | 19h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.