Gibernau é operado e fica fora das pistas por 5 semanas

O piloto espanhol de motovelocidade Sete Gibernau deixou, nesta quinta-feira, a clínica de Barcelona em que foi operado de uma fratura na clavícula esquerda. Ele sofreu a lesão no domingo passado, em um acidente envolvendo vários pilotos durante o Grande Prêmio da Catalunha de MotoGP.Gibernau, que também sofreu um traumatismo cranioencefálico - que lhe causou uma amnésia temporária -, teve colocada na clavícula danificada uma placa de titânio ainda maior daquela que já usava, produto de um acidente anterior. Segundo os médicos que o operaram, o piloto terá de esperar entre três e cinco semanas antes de voltar às pistas. Com isso, ele será substituído, ao menos no GP da Holanda, neste sábado, pelo alemão Alex Hoffman.E os acidentes continuaram: no primeiro treino livre para o GP da Holanda, realizado na manhã desta quinta (horário local), os pilotos Valentino Rossi e Toni Elías se acidentaram e tiveram de abandonar a sessão. Rossi, que sofreu pequenas fraturas na munheca da mão esquerda e no tornozelo direito, foi levado a um hospital e, depois de examinado, foi liberado para participar do treino livre da tarde. Por sua vez, Elías sofreu uma fratura no úmero e uma subluxação no lado esquerdo das costas, e está fora da prova.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.