Gil de Ferran sai na pole em Houston

Gil de Ferran começou bem uma corrida que ele define como fundamental em sua caminhada para conquistar o bicampeonato da Fórmula Indy. O brasileiro da Penske larga na pole position do GP de Houston, neste domingo, na 17ª etapa válida da temporada. Depois dessa, ficarão faltando apenas três provas para o fim da competição. Ao lado de Gil na primeira fila, outro brasileiro, o surpreendente Bruno Junqueira, da Chip Ganassi, que mesmo treinando com o carro reserva ficou com o segundo tempo. O sueco Kenny Brack é o terceiro no grid.A corrida, em 100 voltas pela pista de 1.527 metros (2,456 quilômetros) montada nas ruas da cidade texana, tem largada prevista para as 15 horas (horário de Brasília). A DirecTV transmite ao vivo e a TV Record mostra o videotape completo, a partir das 18 horas. De acordo com a meteorologia, pode chover durante a prova.Gil dominou todos os treinos deste sexta-feira. Neste sábado, não teve muita dificuldade para cravar o tempo de 59s421 (média de 148,881 km/h) e garantir a quarta pole na temporada e a sua 15ª na categoria. Com o ponto extra que ganhou, ele chegou aos 142 pontos e reduziu para cinco sua diferença para o líder do campeonato, Kenny Brack."Estamos indo bem aqui em Houston. Aliás, estamos indo bem desde o início do campeonato. A diferença é que as coisas começaram a melhorar e os resultados, a aparecer??, afirmou Gil, que sai na pole pela segunda vez seguida em Houston e espera obter neste domingo um resultado melhor do que o terceiro lugar do ano passado (Jimmy Vasser venceu). "Mas não tem segredo para vencer aqui. O negócio é sentar a botina e contar com uma boa estratégia de pit stop.?? Mas as ondulações da pista, o desgaste dos freios e o risco alto de acidentes preocupam o brasileiro, que tenta a segunda vitória consecutiva, pois venceu o GP anterior, na Inglaterra.Bruno Junqueira não tinha preocupações neste sábado, após o treino de classificação. Ele estava feliz por ter conseguido mais do que esperava. Isso porque, no início do treino livre da manhã, o brasileiro foi "atropelado?? na saída do boxe por seu companheiro de equipe, Memo Gidley. Com o choque, perdeu o carro titular e teve que classificar com o reserva, que até então tinha rendimento sofrível."Não acreditei quando o Memo bateu em mim na saída do boxe. Nem ele sabe o que quis fazer. Sorte minha que os mecânicos fizeram um ótimo trabalho, mudaram tudo no carro reserva e, com pneus novos, consegui uma ótima volta, apesar de meu motor não estar rendendo tudo o que podia??, explicou Bruno, que obteve o tempo de 59s421.Kenny Brack, que na sexta-feira estava com o carro tão ruim que torcia para chover no qualifying e na corrida, parecia aliviado com o terceiro lugar no grid. "Para mim, que até ontem estava com um carro que só andava bem na chuva, a melhora foi grande. Mudamos muita coisa esta manhã e está dando resultado.??Outros brasileiros - Hélio Castro Neves, da Penske, larga em quarto (1min00s063); Cristiano da Matta, da Newman-Haas, em oitavo (1min00s491); Maurício Gugelmin, da PacWest, em nono (1min00s502); Tony Kanaan, da MoNunn, em 10º (1min00s548); Roberto Moreno, da Patrick, em 11º (1min00s612); Christian Fittipaldi, da Newman-Haas, em 13º (1min00s681); e Max Wilson, da Arciero-Blair, em 26º (1min02s912). O norte-americano Casey Mears, que substitui Alessandro Zanardi na MoNunn, larga em 25º.Patriotismo - O GP de Houston está sendo mais uma oportunidade para os norte-americanos homenagearem as vítimas do atentados de 11 de setembro, em Nova York e Washington. Bombeiros e policiais não precisarão pagar ingressos para assistir à corrida. O Hino Nacional dos Estados Unidos será tocado antes da largada pela banda da Marinha, haverá minuto de silêncio em homenagem aos mortos na tragédia e quem estiver na arquibancada ganhará bandeiras do EUA. Neste sábado, após o treino livre da manhã, os policiais de Houston participaram de uma corrida de bicicleta pela pista. Fora de forma (muitos estão gordinhos), vários deles tiveram dificuldade de chegar até a bandeirada final.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.