Eckehard Schulz/AP - 7/5/2006
Eckehard Schulz/AP - 7/5/2006

'Gosto de desafios', diz Schumacher sobre volta à Fórmula 1

Alemão substituirá o brasileiro Felipe Massa, que sofreu um grave acidente no último sábado na Hungria

ANSA,

29 de julho de 2009 | 17h09

MARANELLO - Michael Schumacher, sete vezes campeão mundial de Fórmula 1, disse nesta quarta-feira que "gosta de desafios" e que por isso aceitou voltar às pistas pela Ferrari, para substituir o brasileiro Felipe Massa.

Veja também:

forum VOTE - A Ferrari acerta ao escolher o alemão?

linkFerrari confirma Schumacher para o lugar de Felipe Massa

linkMassa deixa UTI e caminha, com recuperação positiva  

especialEntenda como foi o acidente de Massa

mais imagens GALERIA DE FOTOS - Imagens do acidente

forum BLOG DO LIVIO - Leia mais sobre a F-1

"No fundo, eu gosto de desafios e este é um bom desafio", ressaltou o piloto, que hoje se encontrou com o presidente da Ferrari, Luca di Montezemolo e com os responsáveis da escuderia para discutir sobre seu retorno à categoria, após ter se aposentado em 2006.

Logo após ter aceitado a proposta da Ferrari de substituir Massa, que sofreu um grave acidente nos treinos para o GP da Hungria no último sábado, Schumacher se reuniu com o engenheiro de pista de Massa, Rob Smedley, e com o restante da equipe de mecânicos do piloto brasileiro.

O alemão definiu com eles um programa técnico de preparação para a sua volta. Schumacher disse também que "o importante é que Massa está bem" e que é "certo ajudar a equipe em um momento de necessidade".

Schumacher deve fazer sua reestreia pela Fórmula 1 no próximo dia 23 de agosto, no Grande Prêmio da Europa, que será realizado em Valência, na Espanha.

Com a pausa no Mundial da categoria, o piloto terá quase um mês para se preparar. Já Montezemolo, depois de ter convencido Schumacher a voltar a correr, foi a Budapeste para se encontrar pessoalmente com Felipe Massa.

O presidente da Ferrari entregou ao brasileiro diversas mensagens assinadas por todos os dirigentes da escuderia, a começar pelo diretor esportivo Stefano Domenicali. Montezemolo falou também com os familiares de Massa e com os médicos e, em seguida, voltou à Itália. "Felipe está bem", assegurou.

Nos treinos do último sábado, o brasileiro foi atingido por uma mola de 800 gramas que se desprendeu do carro de Rubens Barrichello.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.