Divulgação
Divulgação

Governador tira nome de Ayrton Senna do autódromo de Goiânia

Marconi Pirillo (PSDB) decide chamar a pista na capital do Estado de Ary Ribeiro Valadão, de 93 anos, que é seu aliado político

Estadão Conteúdo

25 de fevereiro de 2015 | 15h25

Governador biônico de Goiás escolhido pelo general Ernesto Geisel, entre as décadas de 70 e 80, Ary Ribeiro Valadão vai ser homenageado emprestando seu nome ao Autódromo Internacional de Goiânia. O político de 93 anos é velho aliado político do governador de Goiás, Marconi Pirillo (PSDB), que decidiu pela homenagem.

Inaugurado em 1974 e reformado entre 2013 e 2014, o autódromo homenageava Ayrton Senna. Desde sua modernização, o local recebeu etapas da Stock Car e da Fórmula Truck e também a largada da tradicional Rally dos Sertões.

Ary Valadão foi prefeito de Anicuns (Goiás), deputado estadual e deputado federal antes de ser escolhido por Geisel para ser governador por Goiás. Depois, ainda foi deputado federal pelo Tocantins. Com passagens pela UDN, pela Arena e pelo PP, ele apoiou Pirillo nas suas quatro candidaturas deste ao governo do Estado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.