Tom Gandolfini/AFP
Tom Gandolfini/AFP

Governo alemão autoriza presença de 20 mil pessoas no GP de Eifel da Fórmula 1

Permissão está sendo dada porque a região de Ahrweiler, onde fica a cidade de Nurburg, está com a disseminação da covid-19 controlada; prova está marcada para dia 11

Redação, Estadão Conteúdo

21 de setembro de 2020 | 08h13

Assim como já aconteceu no circuito de Mugello, na Itália, onde três mil pessoas acompanharam o GP da Toscana no último dia 13, e vai ocorrer na Rússia, em Sochi, no próximo domingo, a Fórmula 1 terá mais uma etapa da temporada de 2020 com a presença de público, apesar de o mundo ainda estar vivendo a pandemia do novo coronavírus. Nesta segunda-feira, o governo da Alemanha autorizou a presença de 20 mil torcedores no GP de Eifel, no circuito de Nurburgring, no dia 11.

A permissão está sendo dada porque, segundo autoridades locais de saúde, a região de Ahrweiler, onde fica a cidade de Nurburg, está com a disseminação da covid-19 controlada. Em toda a Alemanha, foram registrados mais 922 casos nesta segunda-feira com um número total de mortes chegando a 9.386 pessoas.

"A permissão para 20 mil torcedores vem com a decisão do governo da região, que libera 20% da capacidade do local para eventos esportivos se os casos de infecção estão controlados e a infraestrutura permite o distanciamento social", informou o governo da região de Ahrweiler. O circuito de Nurburgring pode receber normalmente até 100 mil pessoas. O público autorizado ficará espaçado no circuito.

A medida do governo alemão está valendo também para os jogos de futebol do país. Neste fim de semana, na primeira rodada do Campeonato Alemão, torcedores foram liberados para acompanhar suas equipes nos estádios. Mas também com as arenas limitadas a 20% da capacidade total. Tanto que 8.500 pessoas puderem ver a vitória do RB Leipzig, na Red Bull Arena, em Leipzig, e cerca de 9 mil torcedores foram ao estádio Signal Iduna Park, em Dortmund, para acompanhar o triunfo do Borussia Dortmund na estreia.

Assim que a permissão foi dada, os organizadores do GP de Eifel começaram nesta segunda-feira mesmo a vender ingressos para a prova. A corrida em Nurburgring, a 11.ª de 17 de 2020, é uma das novas etapas que foram inseridas ao calendário da Fórmula 1 neste ano por causa da pandemia. As outras são Estíria (Áustria), Aniversário de 70 Anos da F-1 (Silverstone), Toscana (Itália), Portimão (Portugal), Ímola (Emilia Romagna), Istambul (Turquia) e Sakhir (Bahrein). O Brasil ficou fora da programação.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1coronavírus

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.