Governo chileno apóia realização do Rally Dakar no país

Autoridades chilenas entregarão uma carta com 'garantias de condições' aos organizadores do rali

Efe,

16 de janeiro de 2008 | 10h25

O Governo do Chile anunciou seu apoio às instituições que desejam organizar no país a próxima edição do Rally Dakar. A decisão foi anunciada pelo ministro secretário-geral de Governo, Francisco Vidal, depois de uma reunião com os diretores da Chiledeportes, do Serviço Nacional de Turismo (Sernatur) e das federações nacionais de motociclismo e de automobilismo. "Temos uma oportunidade importante do ponto de vista do esporte, para que as federações tragam o rali ao Chile", afirmou Vidal. Ele explicou que era necessário o apoio do Governo e particularmente da presidente Michelle Bachelet, "e a decisão foi tomada". O porta-voz do Executivo acrescentou que Jaime Pizarro, diretor da Chiledeportes, viajará esta semana a Paris "com uma carta da presidente que garante as condições que os organizadores pedem ao Governo do Chile". O rali, chamado inicialmente Paris-Dacar, é uma exigente prova esportiva com mais de 29 anos de existência, realizada entre capitais da Europa e África.

Tudo o que sabemos sobre:
Rally Dakar

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.