GP da França de Fórmula 1 é cancelado

O GP da França de Fórmula 1 de 2004, que estava marcado para 11 de junho em Magny-Cours, não vai mais acontecer. O cancelamento foi anunciado nesta sexta-feira por Marcel Charmant, presidente do Conselho Regional do Departamento de Nevers, acionista majoritário da sociedade mista que administra o autódromo. Ele alegou "graves problemas financeiros?? para a decisão. "A situação financeira da sociedade não nos permite dar a Bernie Ecclestone (promotor da F1) as garantias exigidas para o pagamento da prova em 2004.??A etapa francesa da F1 era realizada em Magny-Cours desde 1991. Nos dois últimos anos, porém, o público diminuiu e o GP da França deu prejuízo. Em 2002, o conselho destinou US$ 1,4 milhão para a prova, que devem ser devolvidos em dois anos. Para 2004, a ajuda teria de chegar a US$ 4,5 milhões. Por isso e porque a dívida apenas com Ecclestone já atingiria US$ 10 milhões, a decisão de cancelar o GP.A FIA (Federação Internacional de Automobilismo) ainda não anunciou oficialmente que a corrida não acontecerá. Espera-se que a entidade confirme o cancelamento na próxima semana, mas nos bastidores comenta-se que já existe um movimento para tentar conseguir com empresários dinheiro suficiente para salvar o GP. Charmant garantiu apenas que alguns grupos econômicos da França e de outros países têm interesse em ajudar Magny-Cours a voltar a ter a corrida em 2005. Mas o GP francês poderá ser transferido, também a partir de 2005, para Paul Ricard ou até Le Mans.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.