Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

GP do Brasil de F-1 tem ingressos esgotados de setor nobre e vendas 'aceleradas'

Entradas para outros setores ainda podem ser adquiridas pela internet ou no shopping Market Place

Estadão Conteúdo

23 Outubro 2018 | 12h38

A organização do GP do Brasil de Fórmula 1 anunciou nesta terça-feira que os ingressos para a arquibancada que fica em frente à reta dos boxes do circuito de Interlagos, em São Paulo, já estão esgotados. E, além de confirmar o fim destes bilhetes para este setor nobre do autódromo paulistano, ressaltou que as vendas seguem em "ritmo acelerado" antes da prova que será realizada no próximo dia 11 de novembro.

Os organizadores da etapa brasileira também alertaram que o setor A das arquibancadas poderá ser o próximo a ter as suas entradas todas comercializadas, assim como destacou, em nota oficial: "Entre os setores ainda com ingressos disponíveis, o 'F', arquibancada coberta na reta oposta, oferece excelente visão da pista. Os setores 'G' e 'Q', por sua vez, representam áreas distintas. O 'G', preferencialmente, é dedicado às torcidas organizadas da Fórmula 1 e grandes grupos, enquanto o setor 'Q' recebe torcedores que não pertencem a grupos fechados. Os setores 'F', 'G' e 'Q' contam com ingressos de meia-entrada".

As entradas para a corrida brasileira que ainda tem chance de ser o palco da prova que definirá o campeão desta temporada da F-1 estão sendo vendidas no site www.gpbrasil.com.br, única página oficial do evento na internet, e no Shopping Market Place, em São Paulo, nos horários de funcionamento do local, até o dia 10 de novembro.

A partir deste sábado, os ingressos disponíveis poderão ser comprados também nas bilheterias do autódromo de Interlagos, que receberá a penúltima etapa do Mundial de Fórmula 1 de 2018. A próxima prova do calendário será neste domingo, no México, onde Lewis Hamilton, da Mercedes, precisará de apenas um sétimo lugar para garantir o pentacampeonato sem depender do resultado de Sebastian Vettel, da Ferrari, único que ainda pode tirar o título do britânico.

A três corridas para o fim do Mundial, o inglês está com 346 pontos na liderança, 70 à frente do alemão, sendo que há apenas 75 pontos em disputa nestas últimas etapas. Após as provas do México e no Brasil, o campeonato será fechado no dia 25 de novembro, data do GP de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.