GP2: Três brasileiros pontuam pela primeira vez no ano

Pela primeira vez nesta temporada, todos os três brasileiros da GP2 terminaram uma prova na zona de pontuação. Neste sábado em Magny-Cours (França), na primeira corrida do final de semana, Nelsinho Piquet (Piquet Sports) chegou em 4.º, Xandinho Negrão (Piquet Sports) em 5.º - seu melhor resultado na categoria - e Lucas di Grassi (Durango) em 7.º. O vencedor da prova foi o ex-piloto da Jordan na F-1, o alemão Timo Glock (iSport International). O francês Alexandre Prémat (ART Grand Prix) foi o segundo e o argentino Jose Maria Lopez (Super Nova) foi o terceiro. Pelo regulamento da categoria, os oito primeiros colocados da primeira prova largam em posições invertidas na segunda corrida. Com isto, Di Grassi sairá na primeira fila, ao lado do pole Ferdinando Monfardini (DAMS), enquanto Xandinho partirá em 4.º e Nelsinho em 5.º. A segunda prova do final de semana tem largada prevista para às 5 horas (Brasília) e terá transmissão ao vivo pelo Sportv2. Os resultados da GP2 em Magny-Cours: 1.º Timo Glock (Alemanha), iSport International, 41 voltas em 1h01min14s385 2.º Alexandre Prémat (França), ART Grand Prix, a 5s988 3.º Jose Maria Lopez (Argentina), Super Nova, a 17s100 4.º Nelsinho Piquet (Brasil), Piquet Sports, a 24s266 5.º Xandinho Negrão (Brasil), Piquet Sports, a 27s944 6.º Giorgio Pantano (Itália), FMS, a 31s586 7.º Lucas di Grassi (Brasil), Durango, a 34s277 8.º Ferdinando Monfardini (Itália), DAMS, a 46s130 9.º Hiroki Yoshimoto (Japão), BCN Competición, a 53s671 10.º Ernesto Viso (Venezuela), iSport International, a 54s151

Agencia Estado,

15 Julho 2006 | 14h29

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.