Há exatos 30 anos, Ayrton Senna disputava sua primeira corrida na F-1

Carreira do piloto brasileiro tricampeão mundial começou na Toleman, em Jacarepaguá, em 25 de março de 1984

Diego Salgado, O Estado de S. Paulo

25 de março de 2014 | 05h00

SÃO PAULO - "Tenho uma carreira inteira pela frente". Foram essas as palavras ditas ao Estado há exatos 30 anos por um jovem piloto que voltava para os boxes do Autódromo de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, após abandonar uma corrida. Abreviada, a história de Ayrton Senna na Fórmula 1 foi brilhante, intensa e vitoriosa. O primeiro capítulo da trajetória de 162 corridas na categoria começou dia 25 de março de 1984. A acelerada inicial do tricampeão mundial deu-se na Toleman, no primeiro Grande Prêmio da temporada.

O resultado de Jacarepaguá não foi o esperado pelo obstinado piloto. Com o motor Hart e ainda com o modelo antigo da Toleman, Senna, que largou na 16.ª posição, deu apenas sete voltas no circuito, parando depois com problemas mecânicos. Àquela altura, o jovem brasileiro, que havia completado 24 anos quatro dias antes, ainda esperava pelo modelo TG 184, mais potente e confiável. Era a chance de incomodar as grandes equipes da Fórmula 1.

E foi exatamente isso que Ayrton Senna fez quase três meses depois, em Mônaco, local onde chegou seis vezes ao lugar mais alto do pódio. Antes, foi sexto colocado no GP da África do Sul, em Kyalami, conquistando seu primeiro ponto na Fórmula 1. A performance foi repetida na Bélgica. Após não se classificar para o grid de San Marino e abandonar o GP da França, mostrou todo o seu talento nas ruas de Mônaco. Depois de largar na 13.ª posição e chegar na segunda colocação, ameaçou o líder da prova - o futuro arquirrival Alain Prost - até a interrupção da corrida pelo mau tempo no circuito de Monte Carlo.

Com a Toleman, Senna conquistou 13 pontos na temporada de 1984, abandonando sete das 14 corridas. Ao término do campeonato, ficou na nona colocação. Foi o bastante para chegar à Lotus, onde conquistou a primeira vitória, no circuito de Estoril, dia 21 de abril de 1985. Em 1988, após dois quartos lugares (1985/1986) e um terceiro em 1987, foi contratado pela Mclaren. Na equipe, viveu sua época de ouro, vencendo 35 corridas em seis temporadas.

PRIMEIRO TESTE

O primeiro teste de Senna em um Fórmula 1 ocorreu oito meses antes da corrida de Jacarepaguá. O fato deu-se no dia 19 de julho de 1983, no circuito de Donnington Park, na Inglaterra. O primeiro carro do mito brasileiro na categoria foi um Williams FW08C, modelo com o qual Keke Rosberg vencera o campeonato do ano anterior. Na equipe de Frank Williams, na qual correu pela última vez, Senna despedindo-se da Fórmula 1, tragicamente, no dia 1ª de maio de 1994.

Antes mesmo de estrear na Fórmula 1, deu o que falar. Nas dez primeiras voltas com um carro da categoria, igualou a melhor marca da equipe Williams - que pertencia ao piloto oficial de testes, Jonathan Palmer. No total, deu mais 73 voltas em Donnington, o mesmo local onde dera sua maior demostração de talento, dez anos antes, quando dirigia a Mclaren Ford de número 8. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.