Haas confirma uso de motores da Ferrari na Fórmula 1 em 2016

Nova equipe que fará parte do grid a partir de 2016 também usará caixas de câmbio e suporte técnico, além dos motores da Ferrari

Estadão Conteúdo

03 Setembro 2014 | 12h58

A Haas, a nova equipe da Fórmula 1 que fará a sua estreia na temporada 2016, anunciou nesta quarta-feira que vai utilizar motores da Ferrari, como parte de um acordo de colaboração técnica fechada com a escuderia. A Ferrari também cederá caixas de câmbio e suporte técnico.

O chefe da equipe Ferrari, Marco Mattiacci, explicou que o acordo pode se tornar ainda mais estreito, especialmente em razão dos interesses comerciais da escuderia nos Estados Unidos. "Há alguns meses, juntamos forças com Gene Haas em um nível comercial e este é o próximo passo natural do nosso relacionamento crescente", disse Mattiacci.

Gene Haas, o proprietário da equipe, festejou a oficialização do acordo de colaboração. "Não há nenhuma equipe na Fórmula 1 que tenha mais realizações do que a Ferrari, e nenhum time com mais história. Eles fazem parte da Fórmula 1 desde o início. Alinhar a com uma empresa tão bem sucedida proporciona ao nosso time a melhor oportunidade de ter sucesso a partir de 2016", afirmou.

Atualmente, a Ferrari fornece motores para as equipes Sauber e Marussia na Fórmula 1. Assim como o proprietário, o chefe da Haaas, Gunther Steiner, destacou a importância do acordo com a Ferrari.

"Quando se trata de Fórmula 1, ninguém tem o conhecimento técnico e determinação da Ferrari. Entendemos que há um trabalho pesado pela frente, mas sei que com o seu apoio técnico, iremos desenvolver uma equipe de pessoas talentosas em um ritmo excepcional para que nós estejamos prontos para correr competitivamente em 2016", prometeu.

Mais conteúdo sobre:
Fórmula 1HaasFerrariVelocidade

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.