Hamilton abandona e Kimi Raikkonen vence GP da China

Espanhol Fernando Alonso chega em segundo lugar e fica apenas quatro pontos atrás do companheiro

07 de outubro de 2007 | 04h48

A temporada 2007 da Fórmula 1 será decidida no Brasil. No Grande Prêmio da China, disputado neste domingo, em Xangai, o inglês Lewis Hamilton abandonou a prova e viu o finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari, chegar em primeiro lugar, seguido pelo espanhol Fernando Alonso, da McLaren, e pelo brasileiro Felipe Massa.   Veja também: Classificação do Mundial Leia mais no Blog do Lívio Kimi Raikkonen festeja resultado e rendimento da Ferrari  Alonso diz que sua situação ainda é 'dramática' no campeonato  Hamilton diz que se sentiu 'correndo numa pista de gelo'  Na China, Raikkonen comemora 200.ª vitória da Ferrari  Chuva atrapalha corrida dos brasileiros em Xangai  Fórmula 1: a matemática do título de 2007  Quem será o campeão da Fórmula 1?   Hamilton, de 22 anos, precisava apenas terminar na frente dos rivais para ser campeão. O inglês liderou até a queda de rendimento de sua McLaren, na 30.ª volta. Desta forma, ele permanece com 107 pontos na classificação geral, contra 103 de Alonso e 100 de Kimi. Os três brigarão pelo título no GP do Brasil, no próximo dia 21.   A largada em Xangai começou com chuva fraca. Hamilton, no entanto, conseguiu se segurar em primeiro lugar. O único que teve problemas para defender a posição foi Felipe Massa, que chegou a perder o terceiro lugar para Alonso - o espanhol começou a corrida agressivo, demonstrando muita vontade.   Diferentemente aguaceiro no Japão, a chuva na China foi fraca, o que fez o asfalto secar em pouco tempo. Nesse período, Hamilton aproveitou para abrir 11 segundos de vantagem para Alonso nas 10 primeiras voltas. Ele dava indícios de que conquistaria com tranqüilidade a vitória e o título.   Contudo, o carro do inglês, surpreendentemente, perdeu rendimento na metade da disputa. Hamilton, ao ser ultrapassado por Raikkonen, avisou a equipe e tentou ir aos boxes. Porém, ele teve muitas dificuldades para manter o carro na pista de acesso e acabou indo para a brita.   Desesperado, Hamilton viu Alonso ultrapassá-lo. O piloto ainda tentou retornar com a ajuda dos fiscais, mas sua McLaren permaneceu atolada. Ele deixou o cockpit decepcionado e foi direto para os boxes, onde cumprimentou cada um dos mecânicos e assistiu ao resto da prova.   Sem o inglês, Raikkonen se manteve na ponta até o fim e entrou definitivamente na briga pelo título. Alonso ainda tentou lutar pela vitória, mas seu carro não estava tão bem equilibrado quanto o do finlandês. O espanhol não quis se arriscar, uma vez que o campeão só sairá em Interlagos, no próximo dia 21.   Classificação da corrida após 56 voltas:   1.º Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) - 1h37min58s395 2.º Fernando Alonso (ESP/McLaren) - a 9s806 3.º Felipe Massa (BRA/Ferrari) - a 12s891 4.º Sebastian Vettel (ALE/Toro Rosso) - 53s509 5.º Jenson Button (ING/Honda) - a 1min08s666 6.º Vitantonio Liuzzi (ITA/Toro Rosso) - a 1min13s673 7.º Nick Heidfeld (ALE/BMW Sauber) - a 1min14s224 8.º David Coulthard (ESC/Red Bull) - a 1min20s750 9.º Heikki Kovalainen (FIN/Renault) - a 1min21s186 10.º Mark Webber (AUS/Red Bull) - a 1min24s685 11.º Giancarlo Fisichella (ITA/Renault) - a 1min26s683 12.º Alexander Wurz (AUT/Williams) - a uma volta 13.º Jarno Trulli (ITA/Toyota) - a uma volta 14.º Takuma Sato (JAP/Super Aguri) - a uma volta 15.º Rubens Barrichello (BRA/Honda) - a uma volta 16.º Nico Rosberg (ALE/Williams) - a duas voltas 17.º Sakon Yamamoto (JAP/Spyker) - a três voltas   Não completaram a prova:   Robert Kubica (POL/BMW Sauber) - a 23 voltas Lewis Hamilton (ING/McLaren) - a 26 voltas Ralf Schumacher (ALE/Toyota) - a 31 voltas Adrian Sutil (ALE/Spyker) - a 32 voltas Anthony Davidson (ING/Super Aguri) - a 45 voltas

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1FerrariMcLaren

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.