Andrej Isakovic/AFP
Andrej Isakovic/AFP

Hamilton admite erro e reconhece superioridade de Bottas: 'Ele está brilhante'

Inglês dá os parabéns para companheiro de equipe na Mercedes, mas diz estar confiante na vitória

Estadão Conteúdo

29 Setembro 2018 | 13h10

Favorito para conquistar a pole do GP da Rússia de Fórmula 1 neste sábado, o tetracampeão Lewis Hamilton errou no final do Q3 e viu o seu companheiro da Mercedes, Valtteri Bottas, cravar a pole. O piloto inglês admitiu que errou na volta derradeira e reconheceu que o finlandês teve um desempenho superior no Circuito de Sochi.

"Antes de tudo, meus parabéns para o Valtteri", afirmou Hamilton, logo após o final do treino. "Ele está brilhante nesse fim de semana e simplesmente fez um trabalho melhor", acrescentou.

Os dois travaram uma disputa intensa pela primeira posição no grid até o final do treino classificatório. Melhor nos últimos setores, Hamilton cometeu um erro no final e abortou a última tentativa, deixando, assim, a pole para Bottas, de quem ficou 145 milésimos atrás. Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen, da Ferrari, completaram a segunda fila.

Apesar de não largar na frente, o piloto inglês, que vem de quatro vitórias consecutivas e lidera o Mundial de Pilotos, com 281 pontos, contra 241 do vice-líder Sebastian Vettel, está confiante em um triunfo em Sochi, que seria o seu terceiro na carreira.

"Essa pista é ótima, o clima está bom e claro que (a disputa) foi intensa, como de costume. Minhas voltas do Q3 não foram ótimas. Você não vai conseguir sempre. Mesmo assim, ainda estamos na briga amanhã", garantiu. "Confio muito na equipe, que fez um trabalho impecável. É motivador ver as atualizações no carro e todas as mudanças".

A largada do GP da Rússia está marcada para as 8h10 (de Brasília) deste domingo.

 

 

Mais conteúdo sobre:
Fórmula 1Lewis Hamilton

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.