Antonio Calanni/AP
Antonio Calanni/AP

Hamilton admite erro no final da corrida em Monza

'Usei o KERS na primeira perna da [curva] Lesmo e acabei acertando o muro', explicou o inglês

AE, Agencia Estado

13 de setembro de 2009 | 15h12

MONZA - O inglês Lewis Hamilton esteve perto de subir mais uma vez ao pódio neste domingo. O piloto da McLaren manteve a terceira posição até a última volta do GP da Itália quando rodou na pista, bateu no muro de proteção e perdeu a chance de somar mais alguns pontos nesta temporada.

Veja também:

link Barrichello vence na Itália e aperta briga pelo Mundial de F-1

F-1 2009 - tabela Classificação | especialCalendário

especial ESPECIAL: jogue o Desafio dos Pilotos

blog BLOG DO LIVIO - Leia mais sobre a F-1

Ao final da corrida, Hamilton admitiu ter errado no início da curva, o que lhe custou o pódio. "Foi uma infelicidade, mas essas coisas acontecem. Estava forçando demais na última volta para tentar alcançar Jenson [Button]. Então usei o KERS na primeira perna da [curva] Lesmo e acabei acertando o muro", explicou.

Hamilton também disse que apostou no KERS para reduzir a vantagem dos carros da Brawn GP, que fizeram somente uma parada durante toda a corrida. "Não estava usando a melhor estratégia, então forcei bastante para obter um bom resultado com as minhas duas paradas. Tirei cada décimo do carro que podia e não cometi nenhum erro, até a última volta", reconheceu, conformado.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1GP da ItáliaLewis Hamilton

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.