Larry W. Smith/EFE
Larry W. Smith/EFE

Hamilton celebra 6º título na F-1: 'Difícil dizer o que estou sentindo agora'

Inglês se sente revigorado após mais uma conquista na categoria e já pensa em igualar recorde de Michael Schumacher

Redação, Estadão Conteúdo

03 de novembro de 2019 | 20h09

Lewis Hamilton não encontrou palavras para descrever a alegria de conquistar um histórico sexto título na Fórmula 1, neste domingo. O piloto inglês assegurou o feito ao chegar em segundo lugar no GP dos Estados Unidos, em Austin. Foi o suficiente para sacramentar o troféu da temporada, faltando ainda duas etapas para o fim do campeonato.

"Não consigo acreditar nisso. Ainda estamos evoluindo, pessoal", disse o piloto, ainda dentro da sua Mercedes. "É sensacional. Foi uma corrida tão difícil hoje. Valtteri fez um trabalho fantástico. Não achava que a estratégia de apenas uma parada seria possível", comentou.

"Estar nas nuvens não chega nem perto de onde estou agora. Estou em um lugar muito acima disso. Neste exato momento, é até difícil dizer o que estou sentido. Naturalmente, é pura felicidade", comemorou o mais novo hexacampeão da Fórmula 1.

Hamilton pôde celebrar a conquista diante de sua família. "Eu estava apenas olhando para o sorriso do meu pai. Acho que diz tudo. Ele me apoiou desde o primeiro dia, assim como Linda [madrasta] e a minha mãe", comentou o piloto. "Eles trabalharam duro para eu estar aqui. Por isso queria vê-los aqui comigo."

Questionado sobre o futuro e a possibilidade de alcançar o recorde de sete títulos do alemão Michael Schumacher, o inglês não descartou nada. "Meu pai me disse quando eu tinha seis ou sete anos para nunca desistir. É um lema da nossa família. Eu não sei sobre quanto títulos terei ainda, mas, como atleta, me sinto revigorado neste exato momento. Já estou pronto para a próxima corrida. Vamos continuar forçando", avisou.

Com o título, Hamilton superou os cinco títulos conquistados pelo argentino Juan Manuel Fangio, um dos maiores da história. Agora somente um troféu o separa da marca que parecia inalcançável estabelecida por Schumacher. "É uma honra poder estar entre pilotos tão grandes."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.