Diego Azubel/EFE
Diego Azubel/EFE

Hamilton comemora pole e projeta 'desafio estratégico' em Sepang

Piloto da Mercedes é o favorito ao bicampeonato mundial

Estadão Conteúdo

28 Março 2015 | 12h17

A segunda pole position seguida já faz de Lewis Hamilton o favorito para o bicampeonato consecutivo na Fórmula 1. Neste sábado, o britânico confirmou as projeções e fez a volta mais rápida do treino de classificação para o GP da Malásia, em Sepang, depois que forte chuva caiu sobre o circuito.

"Estou muito feliz com a pole. Eu não consegui abrir a segunda volta rápida, então fiquei torcendo para que a primeira fosse boa o suficiente e ainda bem que foi. Eu amo esse tipo de condições, o que deixa mais parecendo uma loteria", comemorou o inglês da Mercedes.

Largar na frente em Sepang é determinante porque o circuito, fechado, permite poucas ultrapassagens. A Mercedes tem o melhor carro, mas Hamilton sabe que as escolhas de pneus podem mudar o jogo. "O carro está ótimo e o calor sempre torna essa corrida um desafio estratégico. As temperaturas tornam as coisas difíceis para os pneus. A corrida será mais cedo que o treino de hoje (sábado), então esperamos tempo seco e muito calor", apontou Hamilton.

Seu usual companheiro de primeiro fila desta vez estará logo atrás dele no grid de largada. Afinal, para surpresa geral, o alemão Nico Rosberg foi mais lento que o tetracampeão mundial Sebastian Vettel, que colocou a Ferrari entre os dois carros da Mercedes e vai largar em segundo em Sepang.

"Dois outros caras fizeram um trabalho melhor, então isso é um pouco frustrante para mim. Lewis (Hamilton) foi bem e especialmente Sebastian (Vettel), que surpreendeu com a Ferrari, então tiro o chapéu para ele. Mas amanhã eu acho que tenho uma boa chance, porque vou estar no lado limpo do grid. Vou tentar atacar Vettel na largada e existe boa chance de eu também alcançar Lewis", projeta Rosberg.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.