Juan Medina/Reuters
Juan Medina/Reuters

Hamilton credita vitória na Espanha à Mercedes e diz: 'História sendo escrita'

Escuderia alemã alcançou a marca de cinco dobradinhas consecutivas neste ano e aumentou ainda mais a sua superioridade

Redação, Estadão Conteúdo

12 de maio de 2019 | 15h46

Lewis Hamilton creditou à Mercedes a vitória no GP da Espanha da Fórmula 1 neste domingo, a terceira dele na temporada. O piloto inglês agradeceu o trabalho de todos os membros da equipe e disse estar orgulhoso do que alcançaram juntos. A escuderia alemã alcançou a marca de cinco dobradinhas consecutivas neste ano e aumentou ainda mais a sua superioridade.

"Eu tenho de colocar isso na conta dessa equipe incrível", afirmou Hamilton. "Isso é a história sendo escrita com outra dobradinha. Então estou realmente muito orgulhoso de fazer parte disso e de todos pelo grande trabalho feito aqui", completou.

Para vencer, Hamilton contou com uma largada ruim do seu companheiro de Mercedes Valtteri Bottas, que havia feito a pole, mas teve um problema na curva no início e caiu para segundo. O inglês deu o troco no finlandês e retomou a liderança do Mundial de Pilotos, agora com 112 pontos, sete a mais que Bottas. Ele negou que haja problemas entre os dois por causa da briga.

"Temos um ótimo carro, mas também nos damos bem como equipe e conseguimos resolver todas as nossas diferenças, contornarmos sem problemas a primeira curva", disse. "Muito grato e muito feliz pelo time todo", reforçou.

PROBLEMA COM EMBREAGEM - Valtteri Bottas atribuiu a perda da primeira colocação logo na largada para o companheiro de equipe a um problema na embreagem. O piloto finlandês foi o melhor nos treinos livres e conseguiu a pole no treino classificatório com larga vantagem para Hamilton, mas não confirmou a boa fase na corrida no circuito espanhol.

"Foi bem apertado, mas eu acabei perdendo (a corrida) na largada. A embreagem se comportou de um jeito estranho, engatando e desengatando. E isso é algo que eu não tinha sentido antes", explicou.

O finlandês se isentou de culpa pela começo ruim e disse que vai tentar entender o que aconteceu. No entanto, comemorou a quinta dobradinha seguida da Mercedes nesta temporada, feito nunca antes alcançado por outra escuderia na história da Fórmula 1.

"Enquanto equipe, esse é um resultado incrível. É a quinta dobradinha seguida, o que é muito bom. Somei alguns pontos e isso é importante. Todos pontos vão contar", comemorou. "Mesmo assim, preciso descobrir o que aconteceu na largada", ressaltou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.