Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Hamilton desmente que tenha dito que Kimi não tem coragem

Piloto inglês afirma que apenas disse que teria feito um trabalho melhor do que o adversário no GP da Bélgica

EFE,

12 de setembro de 2008 | 18h18

O piloto inglês Lewis Hamilton, da McLaren, desmentiu nesta sexta-feira que tenha dito que o Kimi Raikkonen, da Ferrari, e ao qual ultrapassou a duas voltas do final do Grande Prêmio da Bélgica, "não tinha coragem" como ele para frear mais tarde.Veja também: Kimi Raikkonen domina a segunda sessão de treinos livresHamilton, diante da polêmica que suas palavras causaram, resolveu comentar o assunto: "Nunca disse que Raikkonen não tivesse coragem, só disse que eu teria feito um trabalho melhor", assinalou.No GP do último domingo, após ultrapassar Raikkonen e ganhar a prova, Hamilton foi punido por ter cortado uma chicane e não ter devolvido a posição ao adversário de forma adequada. Como o finlandês abandonou a prova a duas voltas do final, a vitória caiu no colo do brasileiro Felipe Massa, da Ferrari. O inglês perdeu 25 segundos e foi rebaixado para o terceiro lugar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.