Hamilton diz que esperava ser mais competitivo no Japão

O inglês Lewis Hamilton garante estar satisfeito com o desempenho do carro da Mercedes após as atividades iniciais no circuito de Suzuka, mas admitiu que esperava ser mais competitivo no começo do fim de semana do GP do Japão. Após liderar o primeiro treino livre, ele não conseguiu acompanhar o ritmo dos carros da Red Bull e ficou apenas na sexta colocação na segunda atividade.

AE, Agência Estado

11 de outubro de 2013 | 11h05

Assim, ele destacou que será necessário trabalhar para melhorar o carro, além de demonstrar preocupação com o desgaste dos pneus. "Estou feliz como o nosso carro está após as primeiras sessões de treinos hoje, embora, é claro, nós gostaríamos de estar mais competitivos. Nós temos algum trabalho a fazer esta noite sobre a administração dos pneus em particular", disse.

Hamilton avaliou, porém, ser precoce realizar um prognóstico para o treino de classificação e a prova no Japão. "É muito cedo para pensar sobre o que podemos alcançar, mas eu estou ansioso para um treino de classificação competitivo e, em seguida, teremos de ver o que podemos fazer na corrida", afirmou.

Ele também fez elogios ao circuito de Suzuka, quase uma unanimidade entre os pilotos da Fórmula 1. "Esta pista é tão bonita para pilotar, é rápida, e nosso carro realmente se sente bem aqui. Mas também é um circuito muito exigente, você está sempre no limite então o truque é equilibrar e controlar esse limite", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.