Hamilton diz que McLaren ficou mais perto da Red Bull

O inglês Lewis Hamilton perdeu a pole position para o alemão Sebastian Vettel nos instantes finais do treino de classificação para o GP da Malásia, mas garantiu não ter se decepcionado com o resultado. Para ele, a McLaren está muito próxima do ritmo da Red Bull, o que o deixa otimista para a corrida e acreditando na possibilidade de conquistar a vitória no domingo por largar da segunda colocação.

AE, Agência Estado

09 de abril de 2011 | 11h47

"Essa foi uma volta quase perfeita. Eu perdi um décimo e meio na curva 14, por isso estamos muito mais à frente do que tínhamos previsto, o que é positivo para nós. Estou realmente feliz por estar na primeira fila. Eu vou ter um começo melhor do que eu tive em Melbourne, então vou poder lutar mais e eu vou ter a chance disputar a primeira curva com Sebastian e as primeiras voltas. Está parecendo uma corrida amanhã de três paradas", afirmou.

Hamilton acredita que a McLaren terá um carro melhor do que a Red Bull durante a temporada 2011 da Fórmula 1. "Não tenho dúvidas de que podemos superar a Red Bull na batalha do desenvolvimento, é apenas uma questão de quando. Temos que continuar pressionando para trazer novos componentes para as corridas, que pode empurrar o carro ao máximo", disse.

O piloto inglês espera que o GP da Malásia seja disputado com a pista seca. "Foi pista seca nos últimos dois dias, então eu espero que amanhã seja seca. Estar na primeira fila certamente ajuda quando chove, e isso também nos dá mais oportunidades para dar um passo à frente", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.