Hamilton diz que mundial é apenas mais uma conquista

Próximo de entrar para a hístória da F-1, piloto inglês vê possível título como mais um passo em sua carreira

04 de outubro de 2007 | 13h15

Próximo da conquista do título mundial de pilotos, o inglês Lewis Hamilton, da McLaren, disse que sua vida não mudará muito com o feito, já que seria o campeão mais jovem da história e, de quebra, o primeiro calouro a ser campeão.   "Eu não creio que haja uma grande diferença. Ganhei outros campeonatos e é um sentimento bonito, mas é apenas um passo adiante na minha carreira", disse o piloto inglês, que concluiu. "Eu terei mais experiência no próximo ano. Poderei analisar com mais calma o que fiz nesta temporada e fazer um trabalho ainda melhor, pois tenho 22 anos e um longo caminho pela frente."   Com 12 pontos de vantagem, Hamilton pode comemorar o título inédito no GP da China, mas prefere adotar a cautela ao comentar sobre o assunto. "Esta [circuito de Xangai] é uma pista que não conheço, assim como foi no Japão [Fuji], e é possível que eu tenha uma desvantagem por não conhecer o traçado da pista como os outros pilotos", disse o piloto inglês, que, apesar da cautela, só pensa na vitória.   "Minha atitude será a mesma e meu objetivo é a vitória, e não vejo razão alguma para pensar de outra forma, agora."

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1Lewis HamiltonMcLaren

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.