Hamilton diz que quase perdeu a voz de tanto comemorar

Quarto colocado no Mundial de Pilotos da Fórmula 1, Lewis Hamilton não vencia desde o GP da Itália. Neste domingo, enquanto Fernando Alonso e Sebastian Vettel brigavam pelo título da temporada, o inglês surpreendeu e venceu o GP dos Estados Unidos, em Austin (Texas). A festa foi tanto que ele apareceu para a entrevista coletiva rouco.

AE, Agência Estado

18 de novembro de 2012 | 22h21

"Estou orgulhoso e extremamente feliz. Eu quase perdi minha voz, porque eu gritei muito no cockpit. Ultrapassar as duas Red Bulls na prova foi a coisa mais legal para mim", comemorou Hamilton, que comemorou deixar para trás, na pista, Mark Webber e Sebastian Vettel.

O piloto da McLaren elogiou o traçado do estreante Circuito de Austin e colocou o GP dos Estados Unidos como um dos seus favoritos. "Eu ganhei o último Grande Prêmio dos Estados Unidos, em 2007, e, por isso, voltar e vencer diante de uma multidão é muito especial. Há alguns GPs que são especiais e posso colocar dos EUA entre eles. É uma das três melhores pistas do mundo", apontou Hamilton.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1GP dos Estados Unidos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.