Moises Castillo/AP
Moises Castillo/AP

Hamilton é apenas o 7º e Verstappen domina 2º treino livre no México

Britânico, que pode ser campeão no domingo, crava 1min18s100 na melhor volta

Estadão Conteúdo

26 Outubro 2018 | 18h14

Lewis Hamilton tem o desejo de ser campeão domingo com uma vitória no GP do México de Fórmula 1. Mas, se depender do seu desempenho nos treinos livres desta sexta-feira, o piloto da Mercedes terá de melhorar muito para largar em uma boa posição na prova de domingo. No segundo treino livre desta sexta-feira, o britânico ficou apenas com o sétimo tempo, ao fazer a melhor volta em 1min18s100.

Hamilton tem 70 pontos de vantagem sobre Sebastian Vettel e só precisa de um sétimo lugar para ficar com o quinto título na F-1, igualando-se ao argentino Juan Manuel Fangio, com duas corridas de antecipação. Restam as etapas do Brasil (dia 11 de novembro) e de Abu Dabi (no dia 25 de novembro).

O domínio mais uma vez foram dos carros da Red Bull no autódromo Hermanos Rodríguez, na capital mexicana. Max Verstappen não foi tão rápido quanto na manhã (1min16s656), mas o suficiente para ser o mais veloz (1min16s720). A sete minutos do final do treino a Red Bull do piloto holandês teve um problema e ele precisou abandonar. Foi a primeira quebra do fim de semana no México.

O australiano Daniel Ricciardo, mais uma vez, ficou em segundo lugar, a 0s153 do companheiro de equipe. O espanhol Carlos Sainz, como já havia feito pela manhã, foi o terceiro colocado (1min17s953), a 1s233 de Verstappen.

Se a presença da Red Bull nas duas primeiras colocações for confirmada no grid de domingo, a briga pelo Mundial de Construtores ficar mais fácil para a Mercedes, que soma 563 pontos, contra 497 da Ferrari. A Red Bull soma 337 pontos.

Vettel, que precisa vencer a prova no domingo, se esforçou durante 42 voltas, mas só conseguiu levar sua Ferrari ao quarto lugar (1min17s954), a um milésimo de Sainz. Já o alemão Nico Hülkenberg, da Renault, surgiu na quinta posição (1min18s046), a 1s326 do líder.

Além da presença da Renault entre os primeiros colocados, outra surpresa do treino foi o neozelandês Brendon Hartley, que levou sua Toro Rosso para a sexta colocação (1min18s061), à frente de Hamilton e seguido por Kimi Raikkonen, que colocou sua Ferrari em oitavo lugar (1min18s133).

O finlandês Valtteri Bottas, companheiro de Hamilton na Mercedes, só apareceu na nona posição (1min18s140), perseguido pelo mexicano Sergio Pérez (1min18s167), da Force India, sempre com grande apoio das arquibancadas.

O bicampeão Fernando Alonso, da McLaren, que vai deixar a Fórmula 1 no fim da temporada, ficou apenas com o 19º tempo: 1min19s543.

Por utilizar uma unidade de potência excedente, o piloto francês Pierre Gasly foi punido com a perda de 15 lugares no grid de largada, que será definido no sábado.

Os carros retornam para o circuito Hermanos Rodríguez neste sábado para o terceiro treino livre às 12h (horário de Brasília). A definição do grid está prevista para as 15h e a largada, no domingo, acontece às 15h10.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.