Hamilton erra na escolha de pneus e perde para o clima italiano

O líder do campeonato de Fórmula 1, LewisHamilton, da McLaren, apostou com o tempo italiano neste sábadoe pagou um alto preço no treino de classificação. Ele ficouapenas em 15o para o GP da Itália, disputado na casa da rivalFerrari. O britânico de 23 anos começa a corrida de domingo noveposições atrás do brasileiro Felipe Massa, da escuderiaitaliana, seu principal rival na briga pelo título datemporada, depois de sofrer a maior frustração em um treino emtoda sua curta e brilhante carreira. "Não me sinto fantástico, o que se pode fazer?", disseHamilton, que optou por pneus intermediários em vez dos dechuva no início da segunda fase da sessão classificatória e foimuito prejudicado quando a chuva ficou mais forte. "Estamos sujeitos a cometer erros e foi um erro da minhaparte e de meu engenheiro. Não acho que seja um grandeproblema. Temos apenas que nos concentrar em amanhã tentar nosrecuperar e fazer um bom trabalho", acrescentou. Hamilton, que lidera o campeonato com dois pontos devantagem sobre Massa e com cinco corridas restando para o finalda temporada, também perdeu um tempo crucial no começo dasegunda sessão quando seu carro foi chamado para a pesagemaleatoriamente pelos dirigentes após a primeira volta. "Perdi um pouco de tempo lá e, obviamente, a pista estavaum pouco mais seca que o normal," disse. O britânico ficou ainda mais tempo no pit enquanto aMcLaren aguardava uma janela no tráfego para mandá-lo de voltaà pista. No momento em que voltou com pneus para chuva, o britânicoestava com os freios resfriados e não teria o tempo necessáriopara aquecê-los. "Começando a Q2 (segunda fase do treino), eu pensei querealmente não havia tanta água assim e parecia que iriamelhorar um pouco", contou Hamilton. "Então, se tivéssemos conseguido o aquecimento com os pneusintermediários, poderia ter sido mais rápido. Tão logo eu saídos pits tudo mudou. Estávamos no lugar errado na hora errada." Massa vai largar em sexto, com o alemão Sebastien Vettelconquistando a primeira pole na carreira e de sua equipetambém, a Toro Rosso. "Nós não sabemos quais serão as condições do tempo nodomingo, se estiver igual a hoje, então será muito difícil atémesmo para enxergar largando tão atrás", acrescentou Hamilton."Nós temos um pacote forte, então devemos ser competitivos emqualquer clima." "Não acho que isso mude qualquer coisa", disse ele sobre asperspectivas para o campeonato. "Qualquer coisa pode acontecer numa corrida, nós demos umpasso atrás, mas não é o fim do dia. Você não ganha pontoshoje, mas por como terminar amanhã."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.