Hamilton espera 'dura' negociação para renovar contrato

Lewis Hamilton admitiu nesta quinta-feira que deverá enfrentar uma "dura" negociação para renovar seu contrato com a McLaren. O piloto inglês encerra seu atual vínculo com a equipe no fim deste ano.

AE, Agência Estado

21 de junho de 2012 | 17h19

"Ron [Denis] é um negociador muito duro. Ele já havia sido duro quando negociamos o atual contrato. E espero o mesmo quando voltarmos à mesa de negociação. Mas, para ser sincero, não prevejo problemas", declarou o piloto, às vésperas do GP da Europa, em Valência.

Ron Denis deu indícios de que será rígido na negociação ao fim da última etapa da Fórmula 1, no Canadá, quando foi questionado sobre o futuro de Hamilton. Ele sugeriu que o novo vínculo acarretaria uma redução de salário para o piloto ao afirmar que o atual contrato foi definido em uma época de economia mais favorável.

Como a Fórmula 1 tem vivido seguidas discussões sobre redução de custos, em um momento desfavorável para a economia europeia, a McLaren deverá propor um salário mais baixo para Hamilton, que tenta mostrar serviço para justificar sua permanência na equipe. Pressionado, ele venceu o GP do Canadá e assumiu a liderança do campeonato.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1GP da EuropaHamilton

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.