Bernadett Szabo/Reuters
Bernadett Szabo/Reuters

Hamilton exalta desempenho com a Mercedes, mas minimiza vantagem na ponta

Inglês vem de três vitórias nas últimas quatro corridas no Mundial de F1

Estadao Conteudo

13 Setembro 2018 | 15h34

Vencedor de três das últimas quatro corridas do Mundial de Fórmula 1, Lewis Hamilton exaltou nesta quinta-feira o seu desempenho e o da própria Mercedes nestas provas, mas exibiu cautela ao comentar o fato de que disputará o GP de Cingapura, no próximo domingo, ostentando uma vantagem de 30 pontos sobre Sebastian Vettel, atual vice-líder do campeonato.

Ao ser lembrado em entrevista coletiva de que no ano passado, neste mesmo estágio da temporada, estava apenas três pontos à frente do alemão da Ferrari, o piloto inglês destacou que ainda restam muitas provas em 2018 e que precisa manter o seu foco inalterado para ter mais chances de conquistar o seu quinto título na categoria máxima do automobilismo.

"Eu não mudo a minha maneira de pensar e no momento não há razão para mudar. Há muitos pontos ainda disponíveis, então a abordagem é exatamente a mesma de todo o ano. Isso parece estar funcionando, então vamos continuar assim enquanto pudermos. Mas esperamos que haja algumas corridas difíceis pela frente", afirmou o britânico.

Já ao falar da equipe Mercedes como um todo, Hamilton enfatizou: "Coletivamente, como um time, nós fizemos um ótimo trabalho nas últimas corridas e nós só queremos continuar com essa qualidade de performance".

Ainda restam sete provas para o término deste campeonato da F-1. Depois desta que ocorrerá neste domingo em Cingapura, a reta final da temporada contará com GPs na Rússia, no Japão, nos Estados Unidos, no México, no Brasil e em Abu Dabi, que abrigará a última corrida de 2018 no dia 25 de novembro.

 

 

Mais conteúdo sobre:
Lewis Hamilton Fórmula 1

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.