Hamilton faz a pole; Barrichello bate e larga em décimo

Após dominar a última sessão livre, o inglês Lewis Hamilton seguiu andando bem no treino oficial e fez a pole para o GP de Cingapura neste sábado, com o tempo de 1min47s891. Rubens Barrichello, por sua vez, já entrou na pista sabendo que perderia cinco posições por ter trocado o câmbio antes da sessão. Para piorar, o brasileiro ainda bateu sua Brawn GP na Q3, mas acabou com o quinto melhor tempo (1min48s828), que valeu o décimo lugar no grid.

AE, Agencia Estado

26 de setembro de 2009 | 12h47

A colocação na largada, porém, foi suficiente para Barrichello sair à frente de seu companheiro de equipe e rival na briga pelo título. Isso porque o inglês Jenson Button, líder do Mundial, 14 pontos à frente do brasileiro, foi eliminado ainda na Q2, ficando com a 12.ª posição. Junto com ele, Kimi Raikkonen também não avançou com sua Ferrari à terceira sessão e largará em 13.º.

O problema que motivou a troca de câmbio no carro de Barrichello começou ainda no GP da Bélgica, duas etapas atrás. Na largada, ele ficou parado no grid e chegou a cair para último. Na última corrida, em Monza, na Itália, o brasileiro decidiu arriscar e se deu bem, vencendo a prova. No entanto, as muitas trocas de marcha necessárias no circuito noturno de Cingapura motivaram a mudança antes dos treinos oficiais.

Sabendo da punição que sofreria, Barrichello adotou uma estratégia agressiva. Assim, acabou perdendo o controle do carro na Q3 e provocou a bandeira vermelha a 26 segundos do fim da sessão. Os treinos até chegaram a ser reiniciados, mas não havia tempo hábil para os pilotos começarem uma volta. O acidente provocou um fato curioso, com o tempo do pole Hamilton sendo pior do que o último eliminado na Q2 - Jarno Trulli, da Toyota, que fez 1min47s413.

Completando a primeira fila ao lado de Hamilton, o alemão Sebastian Vettel, da Red Bull, conquistou a segunda posição. A terceira colocação também ficou com um piloto da Alemanha: Nico Rosberg, da Williams, que chegou a liderar a Q2. Já o quarto lugar do australiano Mark Webber comprovou o bom ajuste dos carros da Red Bull. O espanhol Fernando Alonso terminou em sexto na Q3, mas largará em quinto pela punição a Barrichello.

O GP de Cingapura tem a largada marcada para as 9 horas (de Brasília) deste domingo, com previsão para 61 voltas. Depois, ainda ocorrerão mais três etapas da Fórmula 1 na temporada: Japão, Brasil e Emirados Árabes.

Confira o grid de largada para o GP de Cingapura:

1.º - Lewis Hamilton (ING/McLaren), 1min47s891

2.º - Sebastian Vettel (ALE/Red Bull), 1min48s204

3.º - Nico Rosberg (ALE/Williams), 1min48s348

4.º - Mark Webber (AUS/Red Bull), 1min48s722

5.º - Fernando Alonso (ESP/Renault), 1min49s054

6.º - Timo Glock (ALE/Toyota), 1min49s180

7.º - Nick Heidfeld (ALE/BMW Sauber), 1min49s307

8.º - Robert Kubica (POL/BMW Sauber), 1min49s514

9.º - Heikki Kovalainen (FIN/McLaren), 1min49s778

10.º - Rubens Barrichello (BRA/Brawn GP), 1min48s828*

11.º - Kazuki Nakajima (JAP/Williams), 1min47s013

12.º - Jenson Button (ING/Brawn GP), 1min47s141

13.º - Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari), 1min47s177

14.º - Sebastien Buemi (SUI/Toro Rosso), 1min47s369

15.º - Jarno Trulli (ITA/Toyota), 1min47s413

16.º - Adrian Sutil (ALE/Force India), 1min48s231

17.º - Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso), 1min48s340

18.º - Giancarlo Fisichella (ITA/Ferrari), 1min48s350

19.º - Romain Grosjean (FRA/Renault), 1min48s544

20.º - Vitantonio Luizzi (ITA/Force India), 1min48s792

* punido com a perda de cinco posições por troca da caixa de câmbio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.