Valdrin Xhemaj/EFE
Valdrin Xhemaj/EFE

Hamilton festeja 1º lugar no grid do GP da França: 'Estou muito feliz'

Piloto da Mercedes conquistou a pole position, sua 86ª na carreira, neste sábado

Redação, Estadão Conteúdo

22 de junho de 2019 | 16h39

A volta na qual conquistou neste sábado a pole position para o GP da França de Fórmula 1, que será neste domingo, no circuito de Paul Ricard, entusiasmou o inglês Lewis Hamilton, da Mercedes. "Minha primeira volta no Q3 foi fantástica. Estou muito, muito feliz, mas ainda senti que poderia melhorá-la", comentou o atual líder da temporada.

Hamilton revelou que um pequeno erro na última curva o impediu de conseguir um tempo melhor na segunda volta no Q3. "Estava realizando uma das melhores voltas dos últimos tempos e poderia apontar um tempo quatro décimos melhor, mas deixei o carro escapar. Acho que foi por causa da mudança do sentido do vento", disse.

O inglês aproveitou para zombar da Ferrari por apresentar uma análise televisiva feita pelo piloto indiano Karun Chandhok como evidência para apoiar a sua tese contra a punição imposta ao alemão Sebastian Vettel no GP do Canadá. "Fiquei relaxado quando cheguei sexta-feira pela manhã e ouvi dizer que era um vídeo de Karun Chandhok a nova evidência. Eu fiquei relaxado depois disso", disse Hamilton, sorridente, em entrevista coletiva, neste sábado, após conseguir a 86.ª pole de sua carreira.

Vettel largou na pole no Canadá e terminou em primeiro, mas foi punido com cinco segundos a mais em seu tempo final de prova por direção perigosa diante de Hamilton, após errar em uma curva. O alemão caiu para segundo e Hamilton ficou com a vitória. Em Paul Ricard, Vettel teve problemas mecânicos e vai largar apenas na sétima colocação neste domingo.

O finlandês Valtteri Bottas, segundo colocado no grid da prova francesa, gostou da sua posição e afirmou que a primeira curva fica bem longe da linha de largada. "A direção do vento foi alterada no Q3 nas curvas 8 e 9 e isso alterou um pouco nosso rendimento. São pequenos detalhes que fazem mudanças enormes", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
Lewis HamiltonFórmula 1

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.