Hamilton ganha corrida maluca na Arábia Saudita e vai à etapa final da F-1 empatado com Verstappen

Prova em Jeddah é marcada por acidentes e polêmicas entre os líderes do campeonato mundial; quem terminar à frente em Abu Dabi, no próximo fim de semana, será campeão

Redação - O Estado de S.Paulo

A Fórmula 1 conhecerá o campeão da temporada 2021 somente na 22ª e última etapa, no próximo domingo, em Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, com os dois concorrentes ao título empatados na classificação geral. Em uma corrida maluca neste domingo - com direito a muitas batidas, bandeiras vermelhas e amarelas e duas relargadas -, o inglês Lewis Hamilton, da Mercedes, venceu o GP da Arábia Saudita e se igualou na pontuação (369,5) com o holandês Max Verstappen, que ficou em segundo lugar no circuito urbano de Jeddah.

Pelo número de vitórias, primeiro critério de desempate, o piloto da Red Bull leva vantagem por 9 a 8, o que faz com que conquiste o seu primeiro título na carreira no caso de os dois não terminarem a prova em Abu Dabi ou chegarem abaixo do 10º lugar. Hamilton só precisa agora chegar na frente de Verstappen, dentro da zona de pontuação, para ser octacampeão mundial e se tornar o maior vencedor da história da Fórmula 1, deixando o alemão Michael Schumacher para trás.

GP da Arábia Saudita fica marcado por sequência de acidentes e muitas paralisações Foto: ANDREJ ISAKOVIC/ AFP

Em uma noite surreal e marcada por duas bandeiras vermelhas, intervenções do safety-car e até de uma freada forte de Verstappen que culminou em uma batida de Hamilton na traseira do carro do rival, o heptacampeão mundial arrancou a ultrapassagem no peito e na raça, a sete voltas da bandeira quadriculada, e mesmo com a asa dianteira avariada nos giros finais impôs uma dura derrota ao holandês no momento de uma grande arrancada rumo ao oitavo título.

Continua após a publicidade

No fim da corrida, já na reta dos boxes, o finlandês Valtteri Bottas, que estava bastante apagado na prova, passou a Alpine do francês Esteban Ocon, conquistou a terceira colocação e vibrou como se fosse uma grande vitória. O resultado praticamente encaminhou o título do Mundial de Construtores para a Mercedes pela oitava vez seguida.

O australiano Daniel Ricciardo levou a McLaren ao quinto lugar, sendo seguido pelo francês Pierre Gasly, da AlphaTauri. O monegasco Charles Leclerc e o espanhol Carlos Sainz Jr., com a Ferrari, terminaram em sétimo e oitavo, respectivamente. O italiano Antonio Giovinazzi, de saída da Fórmula 1, foi o nono com a Alfa Romeo, enquanto que o inglês Lando Norris marcou mais um ponto para a McLaren com a 10.ª posição.

A prova teve uma duração bem maior do que o normal devido a duas paralisações, por conta dos acidentes envolvendo o alemão Mick Schumacher (Haas), na 10.ª volta, o mexicano Sergio Pérez (Red Bull), o russo Nikita Mazepin (Haas) e o inglês George Russell (Williams) - esses três últimos na 14.ª. Além disso, o GP da Arábia Saudita teve suas polêmicas, com uma manobra defensiva de Verstappen em cima de Hamilton tirando o carro para fora da pista, obrigando o holandês a perder duas posições na segunda relargada.

Confira o resultado final do GP da Arábia Saudita:

1.º -    Lewis Hamilton (ING/Mercedes) - 2h06min15s118, após 50 voltas

2.º -    Max Verstappen (HOL/Red Bull) - a 11s825

3.º -    Valtteri Bottas (FIN/Mercedes) - a 27s531

4.º -    Esteban Ocon (FRA/Alpine) - a 27s633

5.º -    Daniel Ricciardo (AUS/McLaren) - a 40s121

6.º -    Pierre Gasly (FRA/AlphaTauri) - a 41s613

7.º -    Charles Leclerc (MON/Ferrari) - a 44s475

8.º -    Carlos Sainz Jr. (ESP/Ferrari) - a 46s606

9.º -    Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo) - a 58s505

10.º - Lando Norris (ING/McLaren) - a 1min01s358

11.º - Lance Stroll (CAN/Aston Martin) - a 1min17s212

12.º - Nicholas Latifi (CAN/Williams) - a 1min23s249

13.º - Fernando Alonso (ESP/Alpine) - a 1 volta

14.º - Yuki Tsunoda (JAP/AlphaTauri) - a 1 volta

15.º - Kimi Raikkonen (FIN/Alfa Romeo) - a 1 volta

Não completaram a prova:

Sebastian Vettel (ALE/Aston Martin)

Sergio Pérez (MEX/Red Bull)

Nikita Mazepin (RUS/Haas)

George Russell (ING/Williams)

Mick Schumacher (ALE/Haas)

Tudo o que sabemos sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato