Hamilton lamenta abandono de prova, mas exalta carro

Lewis Hamilton largou na pole position, liderava a prova com certa tranquilidade, mas precisou abandonar e acabou não somando pontos no GP de Cingapura de Fórmula 1, disputado neste domingo. O resultado decepcionou o piloto, que mesmo assim fez questão de exaltar o desempenho de sua McLaren.

AE, Agência Estado

23 de setembro de 2012 | 16h09

"É de quebrar o coração não ter terminado a corrida hoje (domingo). Definitivamente tínhamos o objetivo de vencer neste final de semana. De fato, antes de abandonar, estava bem, apenas administrando a distância que tinha para o Sebastian Vettel. Comecei a encontrar dificuldade com a caixa de câmbio, aí perdi a terceira marcha", declarou.

"Obviamente fiquei desapontado, mas posso tirar de bom deste final de semana o fato de que encontrei um ajuste extremamente bom para o carro. Como resultado, acho que podemos atacar nas próximas corridas", afirmou o piloto inglês, quarto colocado do Mundial, com 142 pontos.

Jenson Button se beneficiou do abandono de seu companheiro de McLaren e terminou na segunda colocação. Depois de também abandonar a prova anterior, na Itália, o piloto comemorou o resultado, mas lamentou o fato de não ter conseguido entrar na briga pela vitória.

"É bom estar de volta ao pódio e terminar entre os dois primeiros foi perfeito. Durante a prova eu até tive a chance de lutar pela vitória porque fui capaz de ser mais rápido do que os carros com que disputava. Mas então tive problemas para lidar com o os pneus duros e a vantagem foi tirada de mim", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.