Sebastien Nogier/Reuters
Sebastien Nogier/Reuters

Hamilton lamenta erro na batida no treino em Mônaco

Inglês pede desculpas à equipe McLaren pelo acidente diz que seu final de semana está acabado

23 de maio de 2009 | 12h13

MONTECARLO - Lewis Hamilton admitiu ter cometido um erro durante a primeira parte da classificação para o GP de Mônaco deste sábado. Em sua segunda tentativa de marcar uma volta que lhe garantisse no Q2, o inglês errou na entrada da curva Mirabeau, escapou de traseira e destruiu a suspensa traseira esquerda de seu McLaren. Com isto, ele largará apenas na 16.ª posição.

Veja também:

linkHamilton troca peça e largará em último

linkLíder do campeonato, Button fica com a pole

"Meu fim de semana acabou, no que diz respeito a brigar pela vitória", lamentou o vencedor desta corrida em 2008. "Realmente não sei no que estava pensando. Cometi um erro. Estava tudo dando certo no fim de semana", continuou o inglês.

A desilusão de Hamilton é compreensível. O inglês andou bem nos três treinos livres e terminou a última sessão apenas 0s225 atrás de Fernando Alonso, o mais veloz. "Peço desculpas à equipe por desperdiçar o tempo deles. Agora vou tentar fazer o melhor e me recuperar na corrida. Foi difícil, mas você aprende com esses erros e eles acontecem. Foi uma falta de sorte acontecer no Q1, mas isso te faz crescer e ficar mais forte", conformou-se o campeão do Mundo, que admite ter torcido pelo companheiro de equipe. "Pelo menos o Heikki [Kovalainen] conseguiu um bom resultado."

Tudo o que sabemos sobre:
Lewis HamiltonFórmula 1McLaren

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.