Johannes Eisele/AFP
Johannes Eisele/AFP

Hamilton lamenta fim de semana 'desastroso' e agradece 'favor' de Verstappen

Atual campeão largou em quarto e ainda perdeu uma posição para terminar apenas na terceira fila

Estadão Conteúdo

15 Abril 2018 | 13h38

Lewis Hamilton teve um fim de semana "desastroso", como ele mesmo definiu. Depois de largar na quarta colocação no GP da China, neste domingo, o piloto da Mercedes fez uma prova para esquecer e  terminou somente na quinta colocação. Trata-se de mais uma decepção em meio a um difícil início de temporada na Fórmula 1.

Confira a classificação do campeonato

Veja o calendário da temporada

Mais notícias de esportes a motor

"Foi mais um dia difícil no trabalho. Eu estava tentando me manter, mas meus pneus acabaram. Então, eu não tive chance de manter as Red Bulls para trás. Sábado e domingo foram um desastre para o meu lado. Eu não encontrei um ajuste ontem e sofri com o carro hoje", declarou.

Após três etapas, Hamilton segue sem vencer na temporada 2018. A até então soberana Mercedes tem encontrado dificuldades para dar ao inglês o melhor ajuste em seu carro. A situação neste domingo só não foi pior porque o líder da temporada, Sebastian Vettel, da Ferrari, terminou em oitavo.

"A gente tem desempenhado abaixo do esperado, mas eu não vou abaixar a cabeça, porque sei que temos uma batalha dura pela frente. Eu preciso voltar ao meu nível normal de performance antes de perder mais pontos valiosos", declarou o piloto, que ainda brincou com o acidente causado por Max Verstappen e que tirou Vettel da briga pelas primeiras posições.

"O Max me fez um favor hoje, em termos de classificação. Mas é um fim de semana para esquecer, isto é uma certeza. Agora, nós precisamos trabalhar duro para entender o motivo de estarmos sofrendo e começar a escalar de volta para o topo", projetou.

Companheiro de Hamilton, Valtteri Bottas também teve poucos motivos para celebrar. O finlandês até terminou na segunda colocação pela segunda vez seguida - a anterior foi no GP do Bahrein -, mas lamentou a perda da vitória que parecia em suas mãos. Ele foi ultrapassado por Daniel Ricciardo, da Red Bull, a poucas voltas para o fim.

"Hoje foi decepcionante. Não me parece que eu conquistei um pódio, mas sim que eu perdi uma vitória. Voltar para casa com o segundo lugar não é o que eu esperava no início da corrida e após o bom início. Ter ficado perto da vitória no fim de semana passado e neste é a pior sensação, mas me deixa mais faminto para o futuro", afirmou.

Mais conteúdo sobre:
Fórmula 1 Lewis Hamilton Valtteri Bottas

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.