Hamilton lamenta treino ruim, mas projeta evolução

Lewis Hamilton admitiu ter ficado aquém do esperado nos treinos livres desta sexta-feira, no circuito de rua de Valência. Com o 14º tempo, o atual líder da Fórmula 1 teve dificuldade para se adaptar às atualizações da McLaren, mas não desanimou. Acredita que poderá fazer os ajustes necessários para entrar na briga pela pole position no sábado.

AE, Agência Estado

22 de junho de 2012 | 18h47

"Não tivemos um dia brilhante hoje. Foi bem sofrido, para ser honesto. Mas estou confiante de que poderemos fazer as alterações necessárias durante à noite", reconheceu o inglês. "Não estava feliz com o carro. Geralmente conseguimos encontrar o melhor equilíbrio nas sessões livres, mas hoje não chegamos a um bom acerto no carro".

Marcado pela irregularidade nesta temporada, Jenson Button conseguiu ir um pouco melhor que o companheiro de equipe. Ele foi o 12º mais rápido do dia. "O carro não estava tão ruim hoje. Mas tivemos dificuldade e não alcançamos um bom tempo. Fizemos algumas mudanças e espero reagir amanhã".

Apesar da queda de rendimento da equipe, o chefe da McLaren, Martin Whitmarsh, mostrou otimismo. "Temos muita informação para analisar. Esta noite será decisiva para avaliarmos nossa performance e equilíbrio nesta difícil pista de rua", comentou.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1GP da EuropaHamiltonButton

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.