Andrew Brownbill/AP
Andrew Brownbill/AP

Hamilton lidera dobradinha da Mercedes no primeiro treino livre na Austrália

Piloto inglês mantém domínio da Mercedes, sendo seguido pelo companheiro de equipe Valtteri Bottas

Estadão Conteudo

24 de março de 2017 | 00h14

Ao menos no primeiro treino livre da temporada 2017 da Fórmula 1, a Mercedes conseguiu manter o domínio que impôs nos três campeonatos anteriores da categoria máxima do automobilismo mundial. Afinal, o inglês Lewis Hamilton e o finlandês Valtteri Bottas fizeram uma dobradinha na atividade inicial do fim de semana do GP da Austrália, no circuito de Melbourne.

Assim, a principal novidade no início do campeonato foi o aumento na velocidade dos carros, algo que já havia sido visto nos testes coletivos da pré-temporada, realizados no circuito de Barcelona. E o mais veloz dos 20 pilotos do grid foi Hamilton, que marcou o tempo de 1min24s220 na sua melhor volta na sessão inicial na Austrália.

Seu novo companheiro de equipe - o alemão Nico Rosberg decidiu se aposentar depois de faturar o título do Mundial de Pilotos de 2016 -, o finlandês Valtteri Bottas, que trocou a Williams pela Mercedes, registrou a segunda melhor marca, com 1min24s803.

Após apresentar desempenho discreto na pré-temporada, a Red Bull exibiu competitividade maior do que a imaginada. O australiano Daniel Ricciardo foi o último piloto a fazer uma volta em menos de 1min25, com 1min24s806, tempo suficiente para deixá-lo em terceiro lugar. Logo atrás veio seu companheiro de equipe, o holandês Max Verstappen.

Apontada como principal candidata a romper a hegemonia da Mercedes, a Ferrari esteve longe de brilhar no primeiro treino livre para o GP da Austrália. O finlandês Kimi Raikkonen garantiu o quinto lugar, enquanto o alemão Sebastian Vettel fechou a atividade na sexta colocação.

O brasileiro Felipe Massa, que havia se aposentado da Fórmula 1 ao fim do último campeonato, mas fez o seu retorno diante da ida de Bottas para a Mercedes, teve desempenho consistente e garantiu o sétimo lugar, com 1min26s142. Assim, ele ficou seis posições à frente do novato canadense Lance Stroll, o outro piloto da Williams.

O francês Romain Grosjean, da Haas, fechou o primeiro treino livre para o GP da Austrália em oitavo lugar, seguido do alemão Nico Hulkenberg, da Renault, e do mexicano Sergio Pérez, da Force India, que completaram, em ordem, as dez primeira posições. Já o espanhol Fernando Alonso teve dificuldades com a sua McLaren e terminou a sessão em um modesto 14º lugar.

Os pilotos voltam a acelerar no circuito de Melbourne às 2 horas (de Brasília), quando será realizado o segundo treino livre para o GP da Austrália. A sessão de classificação está agendada para as 3 horas de sábado. Já a primeira prova da temporada 2017 da Fórmula 1 tem largada prevista para as 2 horas do próximo domingo.

Tudo o que sabemos sobre:
VelocidadeFórmula 1Lewis Hamilton

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.