AFP
AFP

GP da Hungria começa com susto: carro de Perez capota

Piloto mexicano da Force India felizmente sai ileso do acidente

Estadão Conteúdo

24 de julho de 2015 | 07h45

Em meio ao luto pela morte do piloto francês Jules Bianchi, na última sexta-feira, a Fórmula 1 iniciou o fim de semana da décima etapa da temporada 2015, na Hungria, com um susto. O mexicano Sergio Pérez, da Force India, sofreu um acidente assustador. O carro do mexicano chegou a capotar. Após a sua suspensão traseira direita quebrar, ele bateu no guardrail, com a Force India virando depois. Apesar do susto, o mexicano saiu ileso do acidente. 

Vários pilotos treinaram com mensagens em seus carros e capacetes para homenagear Bianchi, que não resistiu aos graves ferimentos sofridos em um acidente durante o último GP do Japão, em outubro do ano passado. E outras homenagens serão realizadas no restante do fim de semana, incluindo um minuto de silêncio antes da largada da corrida húngara.

Nos treinos, não houve muita novidade. A Mercedes dominou o primeiro treino livre em Budapeste, com Lewis Hamilton sendo o mais rápido da atividade. Tentando se isolar do alemão Michael Schumacher como maior vencedor da história do GP da Hungria - ambos somam quatro triunfos -, Hamilton começou bem a sua tentativa ao ser o mais rápido na sessão inicial em Hungaroring, tendo marcado o tempo de 1min25s141 na sua melhor volta.

Como de costume, o inglês foi seguido pelo seu companheiro de equipe na Mercedes, o alemão Nico Rosberg, que registrou a segunda melhor marca da atividade, com 1min25s250. Quem mais se aproximou da dupla da Mercedes foi o finlandês Kimi Raikkonen, o terceiro colocado, com o tempo de 1min25s812, sendo o último piloto a registrar uma volta em menos 1min26.

O finlandês da Ferrari foi seguido pelo dois carros da Red Bull. Vencedor do GP da Hungria no ano passado, o australiano Daniel Ricciardo ficou em quarto lugar, à frente do russo Daniil Kvyat. Ex-piloto da Red Bull e em sua primeira temporada na Ferrari, o alemão Sebastian Vettel terminou o primeiro treino na Hungria na sexta colocação.

Já os brasileiros tiveram desempenho discreto no primeiro treino livre para o GP da Hungria. Felipe Massa, da Williams, ficou em 14º lugar, com 1min27s381, enquanto Felipe Nasr, após renovar o seu contrato com a Sauber para a temporada 2016 da Fórmula 1, foi o 15º, com 1min27s409.

O segundo treino livre para o GP da Hungria será disputado às 9 horas (de Brasília) desta sexta-feira. O horário é o mesmo da sessão de classificação no sábado e da corrida no domingo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.