Srdjan Suki/Reuters
Srdjan Suki/Reuters

Hamilton minimiza 2º lugar e já projeta ultrapassar Rosberg

Inglês afirma que tem chance de assumir a ponta logo na largada

Estadão Conteúdo

10 de outubro de 2015 | 13h54

Lewis Hamilton não se preocupou com o segundo lugar no grid do GP da Rússia. O piloto inglês acredita que terá boa chance de tomar a primeira posição do companheiro de Mercedes, o alemão Nico Rosberg, logo na largada no Autódromo de Sochi, na corrida deste domingo.

"Este é um circuito no qual não é tão ruim largar em segundo", minimizou o líder do campeonato. "Tem uma longa, longa reta até a curva número 1, provavelmente uma das mais longas em todo o campeonato. Então, teremos oportunidades", projetou.

Hamilton estava tão tranquilo com sua colocação neste sábado que até desistiu de uma última tentativa de superar Rosberg no treino. Ele foi mais cedo para a garagem ao se mostrar satisfeito com o tempo registrado, suficiente para não ser desbancado do segundo posto pelos rivais.

"Acho que foi um fim de semana difícil para todos nós, mas acho que fizemos um grande trabalho nesta volta", disse Hamilton. O inglês se refere ao pouco tempo que os pilotos tiveram para testar o traçado russo em razão de imprevistos que encurtaram ou esvaziaram os três treinos livres, como chuva, acidente e até um inesperado vazamento de óleo de um caminhão de limpeza.

Por essa razão, Rosberg acredita que o bom rendimento da Mercedes neste sábado teve um fator de sorte. "Foi um treino meio perigoso porque não tivemos muito tempo na pista ontem [sexta]. Tivemos que adivinhar um pouco sobre os ajustes no carro. Mas acertamos e pude fazer uma volta quase perfeita", avaliou.

O alemão aposta na pole position para voltar a desbancar Hamilton na temporada. Ele está 48 pontos atrás do inglês no Mundial de Pilotos, faltando cinco corridas para o fim do campeonato.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.