Vincent Thian/AP
Vincent Thian/AP

Hamilton se diz 'relaxado' quanto à negociação de contrato com a Mercedes

"Não há muito a dizer no momento. Não estou realmente com pressa. Estamos apenas levando as coisas com o nosso ritmo"

Estadão Conteúdo

05 de abril de 2018 | 18h34

Sem demonstrar preocupação com o seu futuro na Fórmula 1, o inglês Lewis Hamilton afirmou nesta quinta-feira que está "relaxado" diante das negociações para a renovação do seu contrato com a Mercedes. O piloto evita apontar qualquer estimativa para a conclusão das conversas sobre o novo vínculo.

+ Confira o calendário da Fórmula 1

"Nós ainda estamos em discussões. Estou muito relaxado quanto a isso. Não há muito a dizer no momento. Não estou realmente com pressa. Estamos apenas levando as coisas com o nosso ritmo, conversando sobre isso quando queremos. Não é algo estressante para nenhuma das duas partes", declarou Hamilton.

O inglês tem contrato somente até o fim do ano. No embalo do tetracampeonato, conquistado na temporada passada, Hamilton vive o auge de sua carreira. Por conta do amplo domínio da Mercedes nos últimos anos, ele é o grande favorito ao título deste ano. Ao mesmo tempo, a equipe tem motivos de sobra para se tornar o local favorito de Hamilton na Fórmula 1.

As especulações iniciais apontam para um contrato de dois anos de duração. "Quanto à duração, a minha decisão sobre o tempo de compromisso vai se tornando cada vez mais importante porque vou atingindo a parte final da minha carreira", ponderou o piloto de 33 anos, o terceiro mais velho do grid.

Hamilton se mostrou atento às eventuais mudanças pelas quais a F-1 pode passar nos próximos anos, em razão das mudanças nos donos da categoria. Nesta sexta-feira, por exemplo, haverá reunião entre as equipes e os proprietários da F-1, de onde deve sair novidades e possíveis rumores sobre o futuro.

"Não há pressão e eu não vou apressar nada. Recentemente, você quer ter todas as informações disponíveis para tomar a mais sábia decisão possível", declarou o inglês, que completará sua 100ª largada pela Mercedes no GP do Bahrein, no fim de semana. Ele será o primeiro piloto a alcançar esta marca com dois times diferentes.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1Mercedes-BenzLewis Hamilton

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.