Amanda Perobelli/Reuters
Amanda Perobelli/Reuters

Hamilton valoriza 3º lugar no grid em Interlagos: 'Pista está muito desafiadora'

Hexacampeão do mundo garante não estar frustrado por ter perdido a disputa pela pole para Max Verstappen

Felipe Rosa Mendes, Estadão Conteúdo

16 de novembro de 2019 | 17h22

Após liderar o terceiro treino livre, Lewis Hamilton parecia o grande favorito a faturar a pole position do GP do Brasil, neste sábado. Mas o inglês acabou obtendo apenas o terceiro lugar no grid de largada da corrida deste domingo, no autódromo de Interlagos, em São Paulo. A posição não desanimou o mais novo hexacampeão da Fórmula 1.

"Parecíamos bastante competitivos no Q3 [terceira sessão do treino classificatório], mas acabamos perdendo um pouco na pista ou eles acabaram ganhando em algum trecho. Mesmo assim, estou feliz em ter ficado entre os dois carros da Ferrari, o que é sempre positivo", comentou o piloto da Mercedes.

Hamilton se disse surpreso com a perda de potência do seu carro ao longo do treino classificatório. Sem dar detalhes, disse que o traçado de Interlagos estava "desafiador". "Estive abaixo em potência comparado com os outros, foi onde perdemos tempo. Mas dei tudo de mim. A pista está muito desafiadora".

Hamilton obteve o terceiro melhor tempo da classificação ao anotar o tempo de 1min07s699. Ficou atrás do alemão Sebastian Vettel e do holandês Max Verstappen, que conquistou a sua segunda pole position da carreira, com 1min07s508. "Tenho que dar os parabéns ao Max. Ele fez uma grande volta", comentou o britânico.

Logo atrás de Hamilton na classificação veio o monegasco Charles Leclerc. Porém, o piloto da Ferrari largará somente do 14.º posto porque foi punido por contar com motor novo em Interlagos. Assim, o inglês terá em sua cola o companheiro de equipe, o finlandês Valtteri Bottas, largando em quarto.  

Com o título assegurado na etapa anterior, nos Estados Unidos, o piloto da Mercedes encara a corrida no Brasil e a de Abu Dabi, no dia 1.º de dezembro, como testes visando a próxima temporada. A pré-temporada de 2020 será mais curta que as anteriores, com seis dias de duração, diante de oito dos últimos anos. A corrida deste domingo, em Interlagos, tem largada marcada para as 14h10. E tem previsão de tempo seco, com sol.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.