Hamilton volta a largar na pole na Malásia; Massa é apenas o 13º

Junto de Sebastian Vettel, piloto britânico consegue colocar mais de meio segundo de vantagem sobre terceiro colocado

Agência Estado

29 de março de 2014 | 07h41

SEPANG - Lewis Hamilton e Sebastian Vettel sobraram no treino classificatório para o Grande Prêmio da Malásia, neste sábado, em Sepang. O britânico e o alemão conseguiram colocar mais de meio segundo de vantagem sobre todos os demais, inclusive seus próprios companheiros de equipe, para disputar a pole position na casa dos centésimos. Melhor para o piloto da Mercedes, que vai largar na frente pela segunda vez na temporada 2014 da Fórmula 1.

O treino foi atrasado em cerca de 50 minutos por conta das chuvas torrenciais que caíram sobre Sepang. Ainda no Q1 (primeira etapa do treino), a sessão foi paralisada depois que sueco Ericsson, da Caterham, bateu forte no muro. Durante o Q2, outro incidente, desta vez com a suspensão do carro de Fernando Alonso, voltou a interromper o treino, que acabou mais de 1h depois do previsto.

Melhor carro desse início de temporada, a Mercedes voltou a andar mais rápido que os demais. Assim como já havia sido na Austrália, Hamilton cravou a pole, com 1min59s431. Mostrando que não depende apenas de um bom carro, mas que é um excepcional piloto, Sebastian Vettel, com a Red Bull, andou muito perto, mas falhou na hora H.

Antes de iniciar a última volta, Vettel desacelerou para deixar Fernando Alonso abrir uma distância maior à sua frente, mas perdeu tempo demais e não conseguiu abrir a volta antes do cronômetro zerar. Assim, perdeu a chance de mais uma tentativa, completando o treino com a melhor volta em 1min59s486.

Os demais vieram longe. A segunda fila terá Nico Rosberg, vencedor na Austrália com a Mercedes, que cravou 2min00s050 na sua volta mais rápida, largando ao lado de Fernando Alonso, da Ferrari, com 2min00s175. Também longe deles, a mais de um segundo do pole, aparece o australiano Daniel Riccardo no outro carro da Red Bull.

Felipe Massa acabou prejudicado pelo erro de estratégia da Williams, que resolveu testar o pneu intermediário no Q2, sem sucesso, e deixou o brasileiro fora dos 10 primeiros, na 13.ª colocação. Seu companheiro de equipe, o finlandês Valtteri Bottas, também foi mal e, apesar de ter feito o 15.º tempo, foi punido e sai no 18.º lugar do grid. A largada está prevista para as 5h deste domingo, pelo horário de Brasília.

Confira o grid de largada atualizado do GP da Malásia:

1º - Lewis Hamilton (ING/Mercedes)

2º - Sebastian Vettel (ALE/Red Bull)

3º - Nico Rosberg (ALE/Mercedes)

4º - Fernando Alonso (ESP/Ferrari)

5º - Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull)

6º - Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari)

7º - Nico Hülkenberg (ALE/Force India)

8º - Kevin Magnussen (DIN/McLaren)

9º - Jean-Eric Vergne (FRA/Toro Rosso)

10º - Jenson Button (ING/McLaren)

11º - Danill Kvyat (RUS/Toro Rosso)

12º - Esteban Gutierrez (MEX/Sauber)

13º - Felipe Massa (BRA/Williams)

14º - Sergio Perez (MEX/Force India)

15º - Romain Grosjean (FRA/Lotus)

16º - Pastor Maldonado (VEN/Lotus)

17º - Adrian Sutil (ALE/Sauber)

18º - Valtteri Bottas (FIN/Williams)

19º - Jules Bianchi (FRA/Marussia)

20º - Kamui Kobayashi (JAP/Caterham)

21º - Max Chilton (ING/Marussia)

22º - Marcus Ericsson (SUE/Caterham)

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1GP da MalásiaLewis

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.