Darko Bandic / AP Photo
Darko Bandic / AP Photo

Hamilton volta a liderar treino livre e fecha sexta-feira em primeiro na Áustria

Vettel melhora tempo em relação à primeira prática e fica a apenas 0s147 do britânico

Estadão Conteúdo

07 de julho de 2017 | 11h22

O britânico Lewis Hamilton dominou o primeiro dia de atividades do GP da Áustria. Após liderar o treino livre inicial no circuito de Spielberg, o piloto da Mercedes repetiu o resultado na segunda atividade desta sexta-feira, assegurando a condição de mais rápido do dia de abertura dos trabalhos da nona das 20 provas da temporada 2017 da Fórmula 1 e já despontando como favorito a vencer a prova do próximo domingo.

Em busca do seu quarto título, Hamilton chegou ao fim de semana do GP da Áustria a 14 pontos do alemão Sebastian Vettel, o líder do Mundial de Pilotos, e com a rivalidade ainda mais acirrada entre eles após o alemão bater o seu carro, roda com roda, com o do britânico na prova anterior, o GP do Azerbaijão, uma situação que arruinou as chances de vitória de ambos.

E ao menos pelo resultado do segundo treino livre, a possibilidade de nova disputa acirrada entre eles é real, afinal, os rivais ocuparam as duas primeiras posições da atividade. Hamilton, que venceu o GP da Áustria no ano passado e já havia liderado o primeiro treino livre, marcou o tempo de 1min05s483, garantindo o primeiro lugar e também o recorde do Red Bull Ring.

Mas Vettel ficou bem próximo do britânico da Mercedes, com uma desvantagem de apenas 0s147, ao cravar 1min05s630 na atividade vespertina (no horário local) no circuito austríaco com a sua Ferrari. O finlandês Valtteri Bottas, da Mercedes, foi quem mais se aproximou doas dois candidatos ao título da Fórmula 1, garantindo o terceiro lugar com 1min05s699.

Correndo em casa, a Red Bull viu os seus dois pilotos ficaram logo atrás, sendo os últimos a registrarem voltas em menos de 1min06. O holandês Max Verstappen foi o melhor deles, na quarta colocação, com 1min05s832, enquanto o australiano Daniel Ricciardo, que venceu o GP do Azerbaijão, ficou em quinto lugar, com 1min05s873.

Com desempenho discreto, o finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari, foi o sexto colocado, à frente do dinamarquês Kevin Magnussen, da Haas, o líder do pelotão intermediário da Fórmula 1, na sétima posição. Após fechar o primeiro treino livre entre os dez primeiros colocados, o espanhol Fernando Alonso conseguiu mais um resultado encorajador com a McLaren ao fechar a atividade na oitava posição.

E a relação dos dez primeiros colocados no segundo treino livre para o GP da Áustria foi completada pelo alemão Nico Hulkenberg, da Renault, e pelo francês Romain Grosjean, da Haas.

Já o brasileiro Felipe Massa, que havia fechado a primeira atividade apenas em 11º lugar, teve rendimento ainda pior na segunda sessão no circuito de Spielberg, a fechando na 14ª colocação com a marca de 1min07s065, duas posições à frente do canadense Lance Stroll, o seu companheiro de equipe na Williams.

Os pilotos voltam neste sábado ao Red Bull Ring, quando será realizada a sessão de classificação a partir das 9 horas (de Brasília). O horário será o mesmo da largada para o GP da Áustria neste domingo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.