Martin Bureau / AFP
Martin Bureau / AFP

Hamilton volta a mostrar força em treino no Japão e assusta a Ferrari

Vettel melhora em relação ao primeiro tempo e faz o terceiro tempo; Bottas é o segundo

Estadão Conteúdo

05 Outubro 2018 | 08h30

Lewis Hamilton voltou a mostrar força no Circuito de Suzuka e terminou esta sexta-feira com boa vantagem, como o mais rápido do dia, às vésperas do GP do Japão de Fórmula 1. O piloto inglês impôs 0s8 de frente sobre o rival Sebastian Vettel, da Ferrari. Os dois monopolizam a briga pelo título da temporada 2018.

Hamilton, que já havia liderado o primeiro treino livre, dominou o segundo ao usar os pneus supermacios. Ele anotou o tempo de 1min28s217, superando em quase meio segundo a marca que registrou na sessão inicial em Suzuka - no primeiro treino ele esteve na pista com os compostos macios, mais lentos.

A Ferrari e a Red Bull também foram de supermacios para o traçado nesta segunda sessão. E, novamente, não conseguiram impedir o domínio da Mercedes. Como aconteceu no primeiro treino, a favorita fez uma "dobradinha" na tabela de tempos, pois o finlandês Valtteri Bottas foi o segundo mais veloz, com 1min28s678.

Vettel, que fora o quinto colocado na sessão de abertura, reagiu ao registrar o terceiro tempo do segundo treino. Mas, ainda assim, ficou distante de Hamilton: 1min29s050. Inglês e alemão brigam pelo título da temporada. O piloto da Mercedes tem ampla vantagem, exatos 50 pontos, e poderá ficar ainda mais perto do título se confirmar o bom momento em Suzuka. Depois da corrida de domingo, vão faltar apenas quatro etapas para o fim do campeonato.

A seu favor, Hamilton também conta com o forte retrospecto no traçado japonês. Ele já venceu a etapa por quatro vezes, sendo a última delas na temporada passada. Na ocasião, até bateu o recorde da pista para um treino classificatório, com a marca de 1min27s319.

Como aconteceu no primeiro treino, a Red Bull foi a única a ficar entre Mercedes e Ferrari. O australiano Daniel Ricciardo foi o terceiro mais veloz da sessão anterior. Desta vez, não passou do sexto lugar, com 1min29s513. O holandês Max Verstappen foi quem esteve mais perto de ameaçar o domínio dos rivais, ao ficar em quarto, com 1min29s257.

Companheiro de Vettel na Ferrari, o finlandês Kimi Raikkonen foi o quinto mais veloz da sessão, com 1min29s498. O Top 10 teve ainda os franceses Esteban Ocon (Force India), com 1min30s035, Romain Grosjean (Haas), com 1min30s440; o sueco Marcus Ericsson (Sauber), com 1min30s478; e o neozelandês Brendon Hartley (Toro Rosso), com 1min30s502.

Os pilotos voltam à pista de Suzuka à meia-noite (horário de Brasília) para o terceiro treino livre. No sábado, o treino classificatório está marcado para as 3 horas. E a corrida, na madrugada deste domingo, vai começar às 2h10.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.