Heidfeld reclama de condições do GP da Coreia do Sul

LONDRES - O alemão Nick Heidfeld, da Sauber, disse que as condições da pista no GP da Coreia do Sul, disputado sob chuva no último domingo, "foram as piores" da história da Fórmula 1.

Efe

26 de outubro de 2010 | 12h36

Sendo assim, Heidfeld considera que a FIA agiu corretamente ao suspender o início da corrida por falta de condições de visibilidade após três voltas em safety car.

Ao ser questionado sobre se concordava com os comentários do espanhol Fernando Alonso, da Ferrari, que disse por rádio que eram as condições mais perigosas que tinha conhecido, Heidfeld disse à revista Autosport: "Estou de acordo e assim o disse na rádio porque Charlie (Whiting, diretor de provas da FIA) estava escutando".

"Eu acho que havia 24 pilotos gritando o mesmo nos seus ouvidos. Eu disse que eram as piores condições nas quais tinha pilotado. De fora era difícil entender por que eram tão ruins, porque quando paramos só havia um fino chuvisco, mas, no entanto, a visibilidade era zero", disse o alemão.

Tudo o que sabemos sobre:
velocidadeFórmula 1Nick HeidfeldBMW

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.