Helinho em ?transe? pelas 500 milhas

Hélio Castro Neves acordou nesta segunda-feira com uma certeza: ainda vai levar alguns dias para que tenha a noção exata do que significa sua segunda vitória seguida nas 500 Milhas de Indianápolis, conquistada no domingo. Até porque terá pouco tempo para pensar nisso, pois daqui para frente vai enfrentar uma série de compromissos equivalentes a outras 500 milhas.A Maratona começou nesta segunda-feira mesmo. Após uma noite de comemoração e pouco sono, Helinho voltou cedo para o autódromo para tirar a tradicional foto de vencedor. À tarde, participaria da festa da premiação dos pilotos.O prêmio do brasileiro por sua participação este ano em Indianápolis não foi divulgado oficialmente. Em 2001, Helinho ganhou US$ 1.270.475. Também não houve uma definição sobre o protesto da equipe Green, de que Helinho teria sido ultrapassado por Paul Tracy em bandeira verde e não amarela. "Ainda não sei o que representa direito ganhar duas vezes esta corrida e acho que é muito cedo para ter essa percepção. Só sei que me sinto particularmente feliz por estar representando bem o automobilismo brasileiro, e que quero comemorar muito?, disse o piloto, o primeiro a ganhar dois GPs consecutivos em Indianápolis em 31 anos, desde Al Unser, o pai, em 1970 e 1971.Celebridade - No entanto, ele já tem uma idéia de como será sua vida daqui para frente: nos próximos dias, comparecerá a inúmeros programas de televisão nos Estados Unidos, além de eventos beneficentes e os promovidos pelos patrocinadores da equipe Penske, entre outros. E não poderá faltar, a não ser que esteja na pista treinando ou correndo. É o preço da fama.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.