Helinho recebe prêmio de Indianápolis

Na manhã desta sexta-feira, Hélio Castro Neves saiu do treino livre para o GP de Chicago de Fórmula Indy, quando foi o mais rápido com o tempo de 23s939, direto para o motorhome da equipe Penske. Minutos depois, saiu de lá pulando de alegria. Ele finalmente recebeu o símbolo maior de sua vitória nas 500 Milhas de Indianápolis: o anel de ouro e brilhantes com que a organização da mais tradicional corrida do mundo presenteia seus vencedores. O brasileiro ganhou a prova no dia 27 de maio, mas só agora, exatos dois meses depois, a peça ficou pronta. ?Ele (o anel) ficou bem no meu dedo, não??? perguntou, rindo, para depois falar em tom sério. ?Cada vez que olho para ele, sinto que devo continuar acreditando em mim. É um estímulo a mais para lutar por meus objetivos.??A vitória nas 500 Milhas, aliás, continua rendendo compromissos para Helinho. Alguns com forte presença feminina. Depois de ver frustrado seu encontro com a miss universo, a porto-riquenha Denise Quiñonez, logo após a vitória em Indianápolis, o piloto teve uma espécie de ?compensação?? esta semana. Na terça-feira, participou de um programa de televisão em Nova York, num quadro semelhante ao ?Namoro na TV?? do apresentador Silvio Santos. No programa, o brasileiro teve de escolher, entre três candidatas, a que gostaria de levar para passear e jantar.?Foi muito divertido. A produção do programa escolheu entre mais de mil fitas as três meninas que participaram. Com base em algumas perguntas que fiz e na simpatia, escolhi a número 2 (uma moça chamada Cary Woodfort). Saímos, mas eu pulei fora, não rolou nada??, garante Helinho. Rolou, pelo menos, muita diversão. O piloto contou que foi ao Central Park, levou Cary a um parque de diversões e depois para jantar, com direito a um ?vinhozinho??. ?Mas o pessoal da televisão filmou tudo. Fiquei na minha, não quero saber de confusão??, diz o brasileiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.